“ZARATUSTRA ME CONTOU...”: um projeto filosófico identitário

um projeto filosófico identitário

  • Lays Silva Santos
  • Roberto Sávio Rosa

Resumo

Propõe-se neste artigo apresentar as impressões e percepções acerca da obra Zaratustra me Contou..., do escritor baiano Wilson Lins, como parte do projeto de pesquisa ― A recepção de Nietzsche no Brasil a partir da Bahia: Wilson Lins e sua circunstância‖. A referida obra inaugura os escritos do autor e apresenta uma narrativa consoante às características literárias, mas também desvela a existência de um conteúdo tipicamente filosófico. Compreende-se que a linguagem literária utilizada pelo escritor é basilar para a concepção de seu projeto filosófico identitário. Nesse itinerário, Lins inicia um percurso rumo a resposta à pergunta, ―Que é ser brasileiro?‖.

Publicado
2018-04-16
Como Citar
SANTOS, Lays Silva; ROSA, Roberto Sávio. “ZARATUSTRA ME CONTOU...”: um projeto filosófico identitário. Aprender - Caderno de Filosofia e Psicologia da Educação, [S.l.], n. 18, abr. 2018. ISSN 2359-246X. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/aprender/article/view/3647>. Acesso em: 19 out. 2018. doi: https://doi.org/10.22481/aprender.v0i18.3647.