Pintando e desenhando Pinóquio e Kiriku na Escola

  • Renato Noguera
  • Cátia Gutman
  • Dayane Feitosa

Resumo

O objetivo deste artigo é relatar os resultados parciais de uma pesquisa em seu início. Durante os primeiros quatro encontros entre pesquisadoras adultas e pesquisadores adultos com crianças de uma escola privada, o ponto de partida foi a exibição dos filmes: Pinóquio (1940) e Kiriku e a Feiticeira (1998). Isso foi a base para crianças do grupo focal conversarem, escreverem e desenharem a compreensão sobre o significado da infância nos dois filmes.

Publicado
2018-04-16
Como Citar
NOGUERA, Renato; GUTMAN, Cátia; FEITOSA, Dayane. Pintando e desenhando Pinóquio e Kiriku na Escola. Aprender - Caderno de Filosofia e Psicologia da Educação, [S.l.], n. 18, abr. 2018. ISSN 2359-246X. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/aprender/article/view/3649>. Acesso em: 19 dez. 2018. doi: https://doi.org/10.22481/aprender.v0i18.3649.