A contribuição da Cooperativa de Produção Agropecuária Nova Santa Rita para o desenvolvimento de Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul

Autores

  • Wagner Luiz Santos dos Santos
  • Angélica Massuquetti

DOI:

https://doi.org/10.22481/cssa.v14i23.2312

Palavras-chave:

COOPAN, Local development, Nova Santa Rita, Rio Grande do Sul

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar a contribuição da Cooperativa de Produção Agropecuária Nova
Santa Rita (COOPAN) para o desenvolvimento de Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul. Além da análise
bibliográfica, serviram de instrumento de coleta de dados questionários aplicados entre os representantes
das famílias dos sócios e entrevistas estruturadas com dirigentes locais. Conforme apontam os resultados,
a COOPAN é um agente promotor do desenvolvimento local. A articulação dos atores, as condições
socioeconômicas da população, o fortalecimento das raízes culturais e a preservação dos recursos naturais
são elementos que comprovam melhorias econômicas, de infraestrutura e sociais para os cooperados e para
a região, dentro do município.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wagner Luiz Santos dos Santos

Graduação em Ciências Econômicas pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) e Terceiro Sargento do Exército
Brasileiro.

Angélica Massuquetti

Doutorado em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), com
Doutorado Sanduíche na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales – Paris/França. Mestrado em Economia Rural e Graduação em
Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora no Programa de Pós-Graduação em
Economia da UNISINOS.

Downloads

Publicado

2017-12-14

Como Citar

dos Santos, W. L. S., & Massuquetti, A. (2017). A contribuição da Cooperativa de Produção Agropecuária Nova Santa Rita para o desenvolvimento de Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul. Cadernos De Ciências Sociais Aplicadas, 14(23), 1-17. https://doi.org/10.22481/cssa.v14i23.2312

Edição

Seção

Economia