Evidências de isomorfismo nas competências dos controllers das Instituições de Ensino Superior públicas de Pernambuco

  • Tácio Marques da Cunha
  • Andreza Moura dos Santos
  • Samara Lima Sobrinho

Resumo

A Controladoria tem sido alvo de diversos estudos devido à sua ascendência no complexo cenário do qual participam as organizações. Isso inclui a sua análise à luz da teoria institucional, especialmente dos mecanismos isomórficos. Devido à predisposição do profissional da Controladoria em criar, alterar ou manter intencionalmente padrões que irão definir o exercício da sua profissão, objetivou-se, neste estudo, investigar as prováveis evidências de isomorfismo com base nas competências exigidas dos controllers, profissionais que exercem as atividades de controle interno nas Instituições de Ensino Superior (IES) públicas do estado de Pernambuco. Para a consecução de tal objetivo, realizou-se uma pesquisa descritiva, com abordagem quantitativa por meio de aplicação de questionários direcionados aos profissionais mencionados. Constatou-se que, além de processos isomórficos entre as competências desses profissionais, existem similaridades quanto à sua formação e identificação do setor de Controladoria das IES analisadas. No que diz respeito ao objetivo central deste artigo, concluiu-se que, das sessenta competências dos controllers elencadas, trinta e quatro foram apontadas, em comum, como de propriedade desses profissionais, comunicando que existem evidências de isomorfismo nas competências dos profissionais que exercem as funções de Controladoria nas IES públicas do estado de Pernambuco.

Publicado
2019-12-04
Como Citar
CUNHA, Tácio Marques da; SANTOS, Andreza Moura dos; SOBRINHO, Samara Lima. Evidências de isomorfismo nas competências dos controllers das Instituições de Ensino Superior públicas de Pernambuco. Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas, [S.l.], p. p. 145-161, dez. 2019. ISSN 2358-1212. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/ccsa/article/view/5837>. Acesso em: 18 jan. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/ccsa.v16i28.5837.
Seção
Artigos