Os traços da pobreza: um olhar multidimensional do Vale do Jiquiriçá, Bahia

  • Alício Rodrigues Matos
  • Leliana Santos de Sousa

Resumo

Este artigo é parte de uma pesquisa em andamento e tem como campo de investigação questões referentes à pobreza no Vale do Jiquiriçá, Bahia. O estudo considera diversos fatores na análise desse fenômeno, desde a complexidade em torno do tema até as múltiplas questões sociais que impactam a multidimensionalidade da pobreza. O trabalho inicia-se com uma reflexão sobre as transformações sociais que vêm ocorrendo ao longo do século e se tornam grandes desafios para a população na mediação das políticas e demandas sociais. Trata do papel da escola no processo formativo do sujeito racional, participativo e implicado com as novas transformações do mundo moderno, da vida em sociedade, da participação coletiva nas decisões da melhoria da qualidade de vida e da superação das carências sociais nos seus espaços de vivência. Assim, objetivamos analisar a pobreza por uma ótica multidimensional, a qual tem colocado o cidadão em uma condição vulnerável socialmente, sem deixar de evidenciar a formação do sujeito como questão primordial para a autonomia, participação e a superação desses processos complexos e limitantes. Será considerada a abordagem da pobreza segundo Castel (2005), Morin (2003) Castoriadis (2007, 2010), Martins (2002), Sen (2010), SEI (2010, 2017) e outros. O estudo traz uma abordagem qualitativa considerando alguns municípios do Vale do Jiquiriçá que apresentam menor renda per capita. 

Publicado
2019-12-04
Como Citar
MATOS, Alício Rodrigues; SOUSA, Leliana Santos de. Os traços da pobreza: um olhar multidimensional do Vale do Jiquiriçá, Bahia. Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas, [S.l.], p. p. 235-249, dez. 2019. ISSN 2358-1212. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/ccsa/article/view/5907>. Acesso em: 08 abr. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/ccsa.v16i28.5907.
Seção
Dossiê