Diferenças estruturais produtivas entre os pequenos, médios e grandes estabelecimentos agropecuários baianos

  • Paulo Nazareno Alves Almeida
  • Elisabete da Silva Miranda

Resumo

A produção agropecuária baiana, assim como a brasileira, é caracterizada por possuir um número elevado de pequenos estabelecimentos com pouca extensão de área, baixa capacidade de investimento e baixo uso de tecnologia. Em contrapartida, pode-se observar a presença de um pequeno número de estabelecimentos com grande extensão de área, elevada capacidade de investimentos e que produz sob elevado nível tecnológico. Busca-se, neste trabalho, verificar as diferenças estruturais produtivas entre os estratos dos pequenos, médios e grandes estabelecimentos agropecuários. Foram estimadas funções de produção agregadas para o Estado da Bahia, bem como para os estratos de área sob a forma funcional Translog e Cobb-Douglas. Foram estimadas as elasticidades de produção, bem como obtiveram-se as produtividades marginais e as taxas marginais de substituição técnica para cada estrato. Verificou-se que os estratos do pequeno e do médio, assim com o do pequeno e do grande, produzem sob níveis tecnológicos diferentes e que os estratos do médio e do grande estão sob o mesmo nível tecnológico. A produtividade marginal da terra para os três estratos de área foi negativa, a variável crédito não se mostrou estatisticamente significativa e as variáveis despesa e capital foram as que mais impactaram na produção agropecuária baiana em 2006.

Biografias do Autor

Paulo Nazareno Alves Almeida

Graduado em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Doutor em Economia Aplicada pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ), Universidade de São Paulo (USP). Prof. Adjunto do Departamento de Ciências Sociais Aplicadas (DCIS) da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). 

Elisabete da Silva Miranda

Graduada em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).

Publicado
2020-05-11
Como Citar
ALMEIDA, Paulo Nazareno Alves; MIRANDA, Elisabete da Silva. Diferenças estruturais produtivas entre os pequenos, médios e grandes estabelecimentos agropecuários baianos. Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas, [S.l.], p. p. 128-145, maio 2020. ISSN 2358-1212. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/ccsa/article/view/6677>. Acesso em: 06 jun. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/ccsa.v17i29.6677.
Seção
Artigos