Indícios de autoria em textos de escolares surdos (Evidence of authorship in deaf school texts)

  • Márcia Helena de Melo Pereira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB/Brasil)
  • Joyce Maria Sandes da Silva Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB/Brasil)

Resumo

O presente estudo objetiva investigar a presença de autoria em dois textos de um sujeito surdo estudante do primeiro ano do Ensino Médio. Refletiremos sobre a questão da autoria a partir dos postulados de R. Barthes, M. Foucault, E. Orlandi e S. Possenti, analisando como esses autores explicam essa questão, em busca de uma noção que pudesse contemplar a autoria em textos de escolares. Nossa discussão conclui que a escola tem um papel importante para que o aluno exerça também uma função autor.
PALAVRAS-CHAVE: Autoria. Indícios de Autoria. Textos de Escolares.


ABSTRACT
This study aims at investigating evidences of authorship in two texts written by a deaf freshman high student. It brings reflections on the question about being an author from the postulates of R. Barthes, M. Foucault, E. Orlandi and S. Possenti, analyzing how these authors have attempted to explain the notion of authorship, searching for a notion that could reach the authorship in the students' texts. This discussion concludes that the school has an important role in the development of student's author function.
KEYWORDS: Authorship. Evidences of Authorship. Students' texts.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Márcia Helena de Melo Pereira é doutora em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (2005), onde também realizou o curso de mestrado em Linguística Aplicada. Atualmente, é professora adjunta do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. É docente do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGLin-UESB). Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Linguística Textual, atuando principalmente nos seguintes temas: processo de construção de textos, gênese de texto, relação entre estilo individual e estilo de gênero, crítica genética, ensino de texto.

##submission.authorWithAffiliation##

Joyce Maria Sandes da Silva é mestranda no Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGLin-UESB). Possui graduação em Letras Modernas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Aquisição da Linguagem, atuando principalmente no tema: aquisição da escrita do português por pessoas surdas.

Referências

BAKHTIN, M. Questões de literatura e estética: a teoria do romance. São Paulo: Editora de Unesp/Hucitec, 1998.
BARTHES, R. A morte do autor. In: ______. O rumor da Língua. Lisboa: Edições 70, 1984.
COMPAGNON, A. O demônio da teoria: literatura e senso comum. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2003.
FOUCAULT, M. O que é um autor? Lisboa: Nova Vega, 2006.
KATO, M. A gramática do letrado: questões para a teoria gramatical. In: MARQUES, M. A. et al. Ciências da Linguagem: 30 anos de investigação e ensino. Braga: CEHUM (Universidade do Minho), v. 5, 2005.
LESSA-DE-OLIVEIRA, A. S. C. Writing acquisition of sign languages by deaf people. (A ser publicado).
ORLANDI, E. P. Nem escritor, nem sujeito: apenas autor. In: ______. Discurso e Leitura. São Paulo: Cortez/Editora da Unicamp, 1988.
POSSENTI, S. Enunciação, autoria e estilo. Revista da FAEEBA, Salvador, n. 15, 2001.
POSSENTI, S. Indícios de autoria. Perspectiva, Florianópolis, v. 20, n.1, p. 105-124, 2002.
SCHNEIDER, M. Ladrões de palavras. Campinas: Editora da Unicamp, 1990.
STREIECHEN, E.M. Por que o surdo escreve diferente? Paraná: Interlinguagens, v. 2, n. 2, p. 158-175, 2011.
Publicado
2014-12-30
Como Citar
PEREIRA, Márcia Helena de Melo; SILVA, Joyce Maria Sandes da. Indícios de autoria em textos de escolares surdos (Evidence of authorship in deaf school texts). Estudos da Língua(gem), [S.l.], v. 12, n. 2, p. 179-199, dez. 2014. ISSN 1982-0534. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/1260>. Acesso em: 16 nov. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/el.v12i2.1260.