A relação semântica entre linguagem verbal e não verbal em tiras, com base na semântica argumentativa (The semantic relation between verbal and nonverbal language in comic strips based on the argumentative semantics)

  • Telisa Furlanetto Graeff Universidade de Passo Fundo (UPF/ Brasil)
  • Lauro Gomes Universidade de Passo Fundo (UPF/ Brasil)

Resumo

Com base em princípios e conceitos da Teoria Argumentativa da Polifonia, este trabalho propõe-se verificar se a relação de sentido existente entre linguagem verbal e não verbal, no gênero textual tira, é comandada pelo linguístico. Para tanto, construiu-se, a partir dos enunciados de duas tiras, as matrizes de sentido que compreendem o conteúdo argumentativo, a atitude do locutor frente ao conteúdo e a pessoa responsável pelo conteúdo. Verificou-se que o sentido dos quadrinhos que contêm apenas linguagem não verbal está previsto na linguagem verbal, pela sua relação com os aspectos argumentativos do bloco semântico que a linguagem verbal permite evocar.
PALAVRAS-CHAVE: Argumentação. Enunciação. Linguagem verbal. Linguagem não verbal.


ABSTRACT
Based on principles and concepts especially of the Argumentative Theory of Polyphony, this study aims to verify if the meaning relation between verbal and nonverbal language, in the comic strip textual genre, is controlled by the linguistic. For that, there has been built up, in two comic strips, the matrix of sense of the utterances which comprises the argumentative content, the speaker’s attitude about the content and the person who is responsible for the content. It could be verified that the meaning of the comic strips that contain only nonverbal language is foreseen in the verbal language, by its relation with the argumentative aspects of the semantic block which the verbal language allows to evoke.
KEYWORDS: Argumentation. Enunciation. Verbal language. Nonverbal language.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Telisa Furlanetto Graeff é Doutora em Letras ‒ Linguística Aplicada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul em 2001, com estágio pós-doutoral no Center de Recherches sur les Arts et le Langage, da École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris, sob a orientação da Maître de conférences (HDR) à l'EHESS, Marion Carel, em 2011. Foi professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Atualmente é professora Titular da Universidade de Passo Fundo, onde atua na graduação em Letras e na pós-graduação ‒ mestrado e doutorado em Letras. Tem experiência na área de linguística, com ênfase em teoria e análise linguística e ensino de língua materna.

##submission.authorWithAffiliation##

Lauro Gomes é Mestre em Letras pela Universidade de Passo Fundo em 2014. Foi professor de língua portuguesa das redes privada e pública estadual de ensino de Passo Fundo. Atualmente, dedica-se à realização de estudos e pesquisas na linha de Constituição e Interpretação do Texto e do Discurso (CITD), do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo (PPGL/UPF). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em língua portuguesa.

Referências

CAREL, Marion; DUCROT, Oswald. La semántica argumentativa: una introducción a la teoría de los bloques semánticos. Buenos Aires: Colihue, 2005.
CAREL, Marion; DUCROT, Oswald. Atualização da polifonia. Desenredo, Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo, v. 6, n. 1, p. 9-21-jan./jun. 2010.
CAREL, Marion. Pourtant: argumentation by exception. Journal of Pragmatics, v.24, p. 167-188, 1995.
CAREL, Marion. Polifonia e argumentação. Desenredo, Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo, v. 6, n. 1, p. 22-36-jan./jun. 2010.
CAREL, Marion. A polifonia linguística. Letras de Hoje. Porto Alegre, v. 46, n. 1, p. 27-36, jan./mar. 2011.
DUCROT, Oswald. O dizer e o dito. Campinas, SP: Pontes, 1987. Edição Original: 1984.
DUCROT, Oswald. Polifonía y argumentación. Cali: Universidad del Valle, 1990.
DUCROT, Oswald. Argumentação retórica e argumentação lingüística. Letras de Hoje, Porto Alegre, v.44, n.1, p.20-25, jan/mar. 2009.
DIONÍSIO, Ângela Paiva. Gêneros textuais e multimodalidade. In: MARCUSCHI, Luiz Antônio et al. Gêneros textuais: reflexões e ensino. 4. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2011.
SAMPAIO, Paulo (Pseud. Sampaulo). Como eu ia dizendo: coletânea de cartuns e a infância do Sofrenildo. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1990.
SAUSSURE, F. de. Curso de Linguística Geral. São Paulo: Cultrix, 1973.
Publicado
2015-06-30
Como Citar
GRAEFF, Telisa Furlanetto; GOMES, Lauro. A relação semântica entre linguagem verbal e não verbal em tiras, com base na semântica argumentativa (The semantic relation between verbal and nonverbal language in comic strips based on the argumentative semantics). Estudos da Língua(gem), [S.l.], v. 13, n. 1, p. 47-62, jun. 2015. ISSN 1982-0534. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/1278>. Acesso em: 23 set. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/el.v13i1.1278.