Palavras de ordem e resistência: a linguagem em questão (Slogans and resistance: the language in question)

  • Antonio Carlos Clemente Mateus Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ/Brasil) - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ/Brasil)

Resumo

Este artigo relaciona Linguística com Filosofia para discutir a resistência da linguagem literária às palavras de ordem que aprisionam o homem ao consenso formado pela mídia. O texto toma como ponto de partida a permanência do cinismo na arte para depois avaliar como se dá a relação entre a criação e o ato resistência. Em seguida, aplicamos o conceito de resistência à leitura da narrativa Reprodução de Bernardo Carvalho.
PALAVRAS-CHAVE: Filosofia. Linguística. Literatura. Palavras de ordem. Resistência.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Antonio Carlos Clemente Mateus é doutor em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Brasil (2008); mestre em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil (2003). Pesquisa literatura e cultura contemporâneas.

Referências

BARATA, António Martins. Dicionário prático de locuções e expressões peculiares da Língua Portuguesa. Braga: Livraria Apostolado da Imprensa, s/d.
BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: HUCITEC, 1988.
_____. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. São Paulo-Brasília: EDUNB-HUCITEC, 1993.
_____. Problemas da poética de Dostoiévski. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997.
CARVALHO, Bernardo. Reprodução. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.
DELEUZE, Gilles. O que é o ato de criação? In: DUARTE, Rodrigo (Org.). O belo autônomo: textos clássicos de estética. Belo Horizonte: Autêntica-Crisálida, 2012.
_____; GUATTARI, Félix. Mil platôs. Rio de Janeiro: Editora 34, 1995.
_____; PARNET, Claire. Abecedário. Disponível em: http://stoa.usp.br/prodsubjeduc/files/262/1015/Abecedario+G.+Deleuze.pdf. Acesso em: 08/03/2015.
FOUCAULT, Michel. A coragem da verdade. São Paulo: Martins Fontes, 2011.
LA BOÉTIE, Etienne de. Discurso da servidão voluntária. São Paulo: Brasiliense, 1999.
LEVI, Primo. É isto um homem? Rio de Janeiro: Rocco, 1988.
NASCENTES, Antenor. Dicionário de sinônimos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981.
Publicado
2018-06-30
Como Citar
MATEUS, Antonio Carlos Clemente. Palavras de ordem e resistência: a linguagem em questão (Slogans and resistance: the language in question). Estudos da Língua(gem), [S.l.], v. 15, n. 1, p. 29-41, jun. 2018. ISSN 1982-0534. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/2415>. Acesso em: 07 dez. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/estudosdalinguagem.v15i1.2415.