A potência de não: linguagem e política em Agamben (The power of not: language and politics in Agamben)

  • Peter Pál Pelbart Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP/Brasil)

Resumo

Neste ensaio, discute-se a Filosofia de Giorgio Agamben, apontando a noção de potencia que Agamben apresenta nos seus artigos bio-políticos, mostrando, em contrapartida, como é possível apreciar isto na justa expressão da experiência literária, definida pelo autor como um uso livre da linguagem. Observa-se que, se na sociedade do espetáculo nossa natureza linguística avança em direção a nós como que de costas, esse mesmo espetáculo carrega uma possibilidade positiva, a ser revirada contra ele, a saber, a possibilidade mesma desse bem comum.
PALAVRAS-CHAVE: Linguagem. Potência. Giorgio Agamben

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Peter Pál Pelbart é doutor em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1996). Atualmente é professor titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo no Departamento de Filosofia e no Núcleo de Estudos da Subjetividade do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica. Estudioso da obra de Gilles Deleuze, traduziu para o português Conversações, Crítica e Clínica e parte de Mil Platôs. Escreveu sobre a concepção de tempo em Deleuze (O tempo não-reconciliado, Perspectiva, 1998), sobre a relação entre filosofia e loucura (Da clausura do fora ao fora da clausura: Loucura e Desrazão, Brasiliense, 1989 e A Nau do tempo-rei, Imago, 1993) e sobre a relação entre política e subjetividade (A vertigem por um fio: Políticas da subjetividade contemporânea, Iluminuras, 2000, e Vida Capital, Iluminuras, 2003), da qual é co-editor. Trabalha com Filosofia Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: Deleuze, Foucault, tempo, loucura, subjetividade, biopolítica.

 

Como Citar
PELBART, Peter Pál. A potência de não: linguagem e política em Agamben (The power of not: language and politics in Agamben). Estudos da Língua(gem), [S.l.], v. 15, n. 1, p. 115-124, jun. 2017. ISSN 1982-0534. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/2424>. Acesso em: 23 set. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/estudosdalinguagem.v15i1.2424.