Análise linguística em aulas de língua portuguesa: revisitando aspectos teórico-metodológicos (Linguistic analysis in Portuguese language classes: revisiting theoretical-methodological aspects )

  • Nedja Lima de Lucena Universidade Federal do Amapá (UNIFAP/BRASIL)

Resumo

Este artigo tem como objetivo revisitar e discutir aspectos teórico-metodológicos relacionados à prática de análise linguística em sala de aula. Para isso, aborda problemas da tradição gramatical normativo-prescritiva na escola, confrontando-os com as investigações linguísticas atuais que propõem o estudo reflexivo dos fenômenos gramaticais e concebem a análise linguística como instrumento de apoio para as práticas de leitura e de produção de textos. Para tanto, apresenta um exemplo de experiência didática ancorada na análise linguística, a fim de fomentar a discussão sobre as possibilidades pedagógicas a partir da reflexão gramatical.
PALAVRAS-CHAVE: Gramática normativo-prescritiva. Análise linguística. Prática pedagógica.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Nedja Lima de Lucena é doutora em Estudos da Linguagem, na área de concentração em Linguística Aplicada, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2016). Possui mestrado em Estudos da Linguagem (2010) e graduação em Letras – Português (2007) pela mesma instituição. Atua na área de Língua Portuguesa, com ênfase no ensino-aprendizagem de língua materna. Além disso, inscreve sua pesquisa no âmbito da Linguística Cognitivo-Funcional, a qual se concentra na observação, análise e descrição dos fenômenos gramaticais da língua. Atualmente, é professora Adjunto I da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP).

Publicado
2019-03-11
Como Citar
LUCENA, Nedja Lima de. Análise linguística em aulas de língua portuguesa: revisitando aspectos teórico-metodológicos (Linguistic analysis in Portuguese language classes: revisiting theoretical-methodological aspects ). Estudos da Língua(gem), [S.l.], v. 16, n. 1, p. 39-51, mar. 2019. ISSN 1982-0534. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/4877>. Acesso em: 18 set. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/el.v16i1.4877.