Síndrome de Down: o papel da Neurolinguística na aquisição do pronome possessivo (Down syndrome: the role of neurolinguistics in the acquisition of the possessive pronomen)

  • Carla Salati Almeida Ghirello-Pires Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb/Brasil)
  • Nayra Marinho Silva Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB/Brasil)

Resumo

Neste trabalho, apresentamos resultados de pesquisa que teve como objetivo analisar o processo de apropriação do pronome possessivo “meu/minha” no funcionamento da aquisição da linguagem de um jovem com síndrome de Down (SD) e com déficit intelectual, atendido no Grupo de Pesquisa “Fala Down” no Laboratório de Pesquisa e Estudos em Neurolinguística (LAPEN) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Os dados foram coletados ao longo de dois anos e seis meses, caracterizando um estudo longitudinal de caso único, em sessões semanais com duração de aproximada de uma hora. Os resultados indicaram que JR apresentou ganhos na aquisição dos pronomes possessivos pela vivencia de práticas sociais mediadas pelo outro e por meio da reflexão linguística.
PALAVRAS-CHAVE: Linguagem. Síndrome de Down. Aquisição dos pronomes possessivos.

ABSTRACT
In this work, we present results of research that had as objective to analyze the appropriation process of the "my/my" possessive pronoun in the functioning of the acquisition of the language of a young person with Down syndrome (SD) and with intellectual deficit, attended by the Research Group "Speak Down", in the Research and Studies Laboratory in Neurolinguistics (LAPEN) of the State University of Southwest of Bahia (UESB). The results indicated that JR presented gains in the acquisition of the possessive pronouns by the experience of social practices mediated by the other and through linguistic reflection.
KEYWORDS: Language. Down's syndrome. Acquisition of possessive pronouns.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Carla Salati Almeida Ghirello-Pires é pós-doutora em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM); Doutora em Linguística – Neurolinguística - pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP); Mestre em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP); Fonoaudióloga pela Pontifícia Universidade de Campinas (PUCCamp). É docente do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários (DELL) e do Programa de Pós-graduação em Linguística (PPGLin) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). É pesquisadora responsável pelo Grupo de Pesquisa “Fala Down” do Laboratório de Estudos e Pesquisa em Neurolinguística (LAPEN) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), campus de Vitoria Conquista (BA).

##submission.authorWithAffiliation##

Nayra Marinho Silva é mestre em Linguística pelo Programa de Pós-graduação em Linguística (PPGLin) da Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. É professora Interprete de Libras, graduada em Letras pela mesma Instituição.

Referências

ABAURRE, M. B. & COUDRY, M. I. H. Em torno de sujeitos e olhares. In: _____. Estudos da Lingua(gem). v. 6, n. 2, Vitória da Conquista: Edições UESB, 2008. p. 171-191.
CAMARGO, Evani Amaral Andreatta. Era uma vez… o contar histórias em crianças com síndrome de Down. Campinas. 1994. 110 fls. Dissertação (Mestrado em Linguística). Instituto de Estudo da Linguagem – Universidade Estadual de Campinas, 1994.
CERQUEIRA, C. V. Aquisição de possessivos. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, v. 36, p. 47-69, 1999.
CORREA, L. M. S & AUGUSTO, M. R. A. Aquisição da linguagem e problemas do desenvolvimento linguístico. São Paulo: Loyola/ Rio de Janeiro: PUC-Rio, 2006.
COUDRY, M. I. H.; FREIRE, M. P. F. Pressupostos teóricos-clínicos da neurolinguística discursiva. In: COUDRY, M. I. H.; FREIRE, F. M. P.; ANDRADE, M. L. F. A. de; SILVA, M. A. Caminhos da neurolinguística discursiva: teorização e práticas com a linguagem. Campinas: Mercado Livre, 2010. p. 357-376.
CUILLERET, M. Lês trissomoques parminous ou lês mongoliesn ne sontlus. 2 ed. France: Simep, rue de Beuxelles, 1984.
FREITAS, A. P.; MONTEIRO, M. I. B. Questões textuais em adolescentes com síndrome de Down. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 1, n. 3, p. 53-62, 1995.
GINZBURG, Carlo. Sinais; raízes de um paradigma indiciário. ____. In: Mitos, emblemas, sinais: morfologia e historia. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. p 143-180.
GHIRELLO-PIRES, C. S. A. A inter-relação fala, leitura e escrita em duas crianças com síndrome de Down. Campinas. 2010. 130fls. Tese (Doutorado). Instituto de Estudos da Linguagem – Universidade Estadual de Campinas, 2010.
GHIRELLO-PIRES, C. S. A.; LABIGALINI, A. P. V. Síndrome de Down: funcionamento e linguagem. In: COUDRY, M. I. H.; FREIRE, F. M. P.; ANDRADE, M. L. F. A. de; SILVA, M. A. Caminhos da neurolinguística discursiva: teorização e práticas com a linguagem. Campinas: Mercado Livre, 2010, p. 357-376.
MONTEIRO, Maria Inês Bacellar. A dinâmica do diálogo de crianças portadoras de síndrome de Down. São Paulo. 1992. Tese (Doutorado), Instituto de Psicologia- Universidade de São Paulo.
RONDAL, J. A. Language in Down’ssyndrome: a life-spanandmodularity. Rassegna Italiana diLinguistica Aplicada. Roma: Bulzonieditore, 1991.
STRATFORD, Brian. Down´s syndrome: past, present and future a understanding and positive guide for families, friend and professionals. London: Penguin Books, 1989.
VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1987.
Publicado
2018-12-30
Como Citar
GHIRELLO-PIRES, Carla Salati Almeida; SILVA, Nayra Marinho. Síndrome de Down: o papel da Neurolinguística na aquisição do pronome possessivo (Down syndrome: the role of neurolinguistics in the acquisition of the possessive pronomen). Estudos da Língua(gem), [S.l.], v. 16, n. 2, p. 41-53, dez. 2018. ISSN 1982-0534. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/4988>. Acesso em: 15 set. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/el.v16i2.4988.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##