Estudo comparativo da aquisição segmental e prosódica em crianças prematuras e a termo (Comparative study of segmental and prosodic acquisition in premature children and the term)

Resumo

Este estudo tem como objetivo descrever e comparar a aquisição dos sons da fala e de unidades prosódicas mais baixas na hierarquia prosódica entre crianças a termo e prematuras. Participaram do estudo quatro crianças prematuras e três a termo com idade variando entre 12 e 30 meses. Os dados foram coletados por meio da avaliação com fala espontânea. Constatou-se que os movimentos de análise centrípeta-centrífuga direcionaram a produção de fala dos sujeitos. Verificou-se diferença referente ao preenchimento vocálico, sugerindo aptidão para estruturação e organização das frases, pois são as vogais que possibilitam às crianças aprenderem as regularidades sintáticas das línguas.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Miguel Oliveira Júnior é Doutor em Linguística pela Universidade Simon Fraser (Vancouver, Canadá). Trabalhou como pesquisador associado na Universidade do Sul da Dinamarca (Odense, Dinamarca), no Instituto de Linguística Teórica e Computacional, ILTEC (Lisboa, Portugal), na Universidade de Manchester (Manchester, Reino Unido), no Instituto Max Planck de Antropologia Evolucionária, MPI (Leipzig, Alemanha), e na Universidade de St Andrews (St Andrews, Escócia, Reino Unido). Colaborou em pesquisas desenvolvidas no FitchLab, da Universidade de Viena (Viena, Áustria) e no Language Lab, no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (Cambridge, EUA). Foi pesquisador visitante no Laboratório de Pesquisa em Eletrônica (RLE) do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (Cambridge, EUA) e professor visitante no Departamento de Psicologia da Universidade da California, Davis (Califórnia, EUA). Trabalha como professor associado de Linguística na Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e é atualmente presidente da Associação Brasileira de Linguística (ABRALIN). Atua principalmente nas seguintes áreas: prosódia, fonética experimental, psicolinguística e documentação linguística.

##submission.authorWithAffiliation##

Luzia Miscow da Cruz Payão é doutor e mestre em Linguística pela Universidade Federal de Alagoas – UFAL. É Professora Adjunto do curso de fonoaudiologia, compondo o Núcleo de Saúde Materno Infantil e do Adolescente – Centro de Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas – UNCISAL, com atuação clínica fonoaudiológica nos transtornos da comunicação humana. Desenvolve pesquisas com os seguintes temas: aquisição fonológica típica e atípica, aquisição de linguagem em crianças com histórico de prematuridade, desvios fonológicos, diagnóstico e tratamento fonoaudiológico nas alterações de fala-linguagem.

##submission.authorWithAffiliation##

Daniela Monique Tavares dos Santos é mestre em linguística pela Universidade Federal de Alagoas – UFAL, pós-graduada em Neuropsicopedagogia pela Faculdade Campos Elíseos (FCE) e graduada em Fonoaudiologia pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas - UNCISAL. Atua clinicamente nos transtornos da comunicação humana, relacionados à linguagem oral e escrita.

Referências

CLEMENTS, G. N.; HUME, E. The internal organization of speech sounds. In: GOLDSMITH, J. (Ed.). The Handbook of Phonological Theory. Cambridge: Blackwell, 1995.
CLEMENTS, G. N. The Role of Features in Phonological Inventories. Paris: Laboratoire de Phonétique et Phonologie - CNRS/Sorbonne-Nouvelle, 2005.
FASOLO, M., et al. The influence of biological, social, and developmental factors on language acquisition in pre-term born children. International Journal of Speech-Language Pathology, v .12, v.6, p. 461–471, 2010.
HEROLD, M. A. B, et al. Impaired word stress pattern discrimination in very-lowbirthweight infants during the first 6 months of life. Developmental Medicine & Child Neurology 2008, n. 50, p. 678–683.

KUNNARI, S., et al. Expressive language skills in Finnish two-year-old extremely – and very-low-birth-weight preterm children.Folia. PhoniatrLogop, v. 64, n .1, p. 5-11, 2012.
LANGUS, A; NESPOR, M. Language development in infants: What do humans hear in the fi rst months of life? Hearing, Balance and Communication, p. 1–9, 2013.
MENDES, J. C. P., et al. Fatores associados a alteração da linguagem em crianças pré-escolares. Revista da sociedade brasileira de fonoaudiologia, v 17, n. 2, p. 177-81, 2012.
MINISTÉRIO DA SAÚDE. DATASUS. http://www.datasus.gov.br/cid10/V2008/WebHelp/definicoes.htm. Disponível em: 17/08/2017
MOREIRA, R. S.; MAGALHÃES, L. C.; ALVES, C. R. L. Effect of preterm birth on motor development, behavior, and school performance of school-age children: a systematic review. Jornal de Pediatria, v .90, n.2, p. 119−134, Rio de Janeiro, 2014.
MOTA, H. B. Aquisição Segmental do Português: um modelo implicacional de complexidade de traços. Porto Alegre, 1996. 221 p. Tese (doutorado em letras). Instituto de Letras e Artes, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.
NESPOR, M.; VOGEL, I: Prosodic Phonology. Dordrecht: Foris Publications, 1986.
NOGUEIRA P. M, FREITAS M. J. Desenvolvimento fonológico em crianças dos 3 anos e 6 meses aos 4 anos e 6 meses de idade nascidas com muito baixo peso. Alfa, v. 58 n.3, p. 677-702, São Paulo, 2014.
NOORT-VAN DER SPEK, I. L.; FRANKEN, M. C.; WEISGLAS-KUPERUS, N. Language functions in preterm-born children: a systematic review and meta-analysis. Pediatrics, v 129, n 4, 2012.
PAYÃO, L. M. C. Aquisição de Fonologia: a influência do acento e o preenchimento de unidades prosódicas em dados de fala de duas crianças entre 1;0.4 2;1.10 de idade, em contato com o Português Brasileiro falado em Alagoas e Pernambuco. Tese de Doutorado – Universidade Federal de Alagoas, Maceió. 2010.
PAYÃO, L. M. C; COSTA, J. F. Preenchimento de unidades prosódicas na aquisição fonológica inicial do português brasileiro. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 51, n. 3, p. 433-441, jul.-set. 2016.
RIBEIRO, C. C.; LAMÔNICA, D. A. C. Habilidades comunicativas de crianças prematuras e prematuras extremas. Rev. CEFAC, v 16, n 3, p. 830-839, 2014.
VOHR, B. Speech and language outcomes of very preterm infants.Seminars. Fetal & Neonatal Medicine, n 19, p. 78-83, 2014.
TORO, J. M; SHUKLA, M; NESPOR M; ENDRESS A.D. The quest for generalizations over consonants: asymmetries between consonants and vowels are not the by-product of acoustic differences. Perception & Psychophysics, v 70, n 8, p. 1515-1525, 2008.
WERTZNER, H. F. Fonologia. In: ANDRADE, C. R. F.; BEFI-LOPES, D. M.; FERNANDES, F. D. M.; WERTZNER, H. F. ABFW: Teste de linguagem infantil nas áreas de Fonologia, Vocabulário, Fluência e Pragmática. São Paulo: Pró-Fono, 2000.
Publicado
2019-06-30
Como Citar
OLIVEIRA JR, Miguel; PAYÃO, Luzia Miscow da Cruz; SANTOS, Daniela Monique Tavares dos. Estudo comparativo da aquisição segmental e prosódica em crianças prematuras e a termo (Comparative study of segmental and prosodic acquisition in premature children and the term). Estudos da Língua(gem), [S.l.], v. 17, n. 2, p. 31-42, jun. 2019. ISSN 1982-0534. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/5334>. Acesso em: 17 jul. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/el.v17i2.5334.