A Língua de Fabiano

  • Gustavo Silveira Ribeiro

Resumo

 O artigo pretende ler o romance Vidas secas , de Graciliano Ramos, aproximando-se do conceito de hospitalidade desenvolvido a partir de certos pressupostos da filosofia dos pensadores franceses, Jacques Derrida e Emmanuel Lévinas. O conceito central aqui é o acolhimento, associado, na obra do escritor brasileiro, à questão da linguagem – sua posse, uso, limitações e significados menos evidentes.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Como Citar
RIBEIRO, Gustavo Silveira. A Língua de Fabiano. Floema: Caderno de Teoria e História Literária, [S.l.], n. 11, out. 2017. ISSN 2177-3629. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/floema/article/view/1858>. Acesso em: 19 dez. 2018.
Seção
Dossiê Graciliano Ramos