Um Jovem, o Velho e um Livro

Autores

  • Milton Hatoum

Resumo

Ontem o Velho morreu. Dizem que ele passara dos noventa anos sem perder a noção do espaço e do tempo. Sempre usava um paletó branco e encardido, na lapela, um broto de antúrio que, de longe, parecia um objeto vermelho cravado no lado esquerdo do peito. De perto, o broto invocava um membro diminuto e obsceno que irradiava comentários maldosos. Sabíamos pouco de sua vida: era um professor aposentado, solteirão e invisível nas noites de Manaus. Aos sábados, visitava filhos e netos de amigos, porque os amigos, mesmo, já repousavam no fundo do rio, como ele costumava dizer. Fazia tempo que eu não o via, e não sei se ele teria reconhecido um dos meninos que o rodeavam para ouvir sua voz. Eu o conheci em 1964, quando ele sentava em um banco da praça Balbi, contava histórias, gracejava com as garças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Hatoum, M. (2017). Um Jovem, o Velho e um Livro. Floema: Caderno De Teoria E História Literária, (11). Recuperado de http://periodicos2.uesb.br/index.php/floema/article/view/1866