A TRAVESSIA CULTURAL DE MACABÉA

  • Edgar Cézar Nolasco Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Resumo

O texto procura acompanhar a travessia da heroína da novela, Macabéa, visando estabelecer uma relação com a própria trajetória da escritora Clarice Lispector. Sobressai na comparação biográfica uma questão de fundo cultural cara à escritora, bem como à sua literatura, qual seja senão a da “judeidade”. Na discussão aqui proposta, entende-se que tal aproximação só pode se dar de modo metafórico, uma vez que a escritora não tratou do assunto de forma aberta em seu projeto intelectual, ou seja, não assumindo publicamente sua condição de judia. Todavia, entende-se que tal condição se inscreveu à revelia da intelectual por todo seu projeto literário.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Doutor pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul  (UFMS), onde leciona no PPGMEL e na graduação em letras.

Publicado
2018-02-09
Como Citar
NOLASCO, Edgar Cézar. A TRAVESSIA CULTURAL DE MACABÉA. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 9, n. 2, fev. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/2788>. Acesso em: 22 jun. 2018. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v9i2.2788.
Seção
VERTENTES & INTERFACES I: Estudos Literários e Comparados