DO PACIENTE PROTOTÍPICO AO PACIENTE AGENTIVO: UMA PROPOSTA DE CLASSIFICAÇÃO DO PAPEL TEMÁTICO PACIENTE

  • Mariana Fagundes de Oliveira Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)

Resumo

O papel temático Paciente constitui objeto de estudo deste trabalho, cujos objetivos são caracterizá-lo e descrevê-lo – com base em dados de língua portuguesa, no domínio do predicador verbal, considerando o predicado global – em propriedades semânticas prototípicas e não-prototípicas, na perspectiva da Semântica Lexical e numa abordagem representacional ou mentalista. Na bibliografia sobre o assunto, o Paciente recebe definições variáveis, por vezes imprecisas. Neste estudo, é apresentada uma classificação para o Paciente, trabalhando com seis propriedades semânticas: afetado, experienciador, desencadeador, controle, intenção e causa. Desta forma, são propostos três tipos de Paciente: Paciente prototípico, Paciente experienciador e Paciente agentivo, num continuum que vai do Paciente mais prototípico ao Paciente menos prototípico.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Letras e Linguística pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Professora da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).

Publicado
2018-03-08
Como Citar
OLIVEIRA, Mariana Fagundes de. DO PACIENTE PROTOTÍPICO AO PACIENTE AGENTIVO: UMA PROPOSTA DE CLASSIFICAÇÃO DO PAPEL TEMÁTICO PACIENTE. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 7, n. 2, mar. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/2901>. Acesso em: 16 out. 2019.
Seção
VERTENTES & INTERFACES II: Estudos Linguísticos e Aplicados