O REALISMO DE KAFKA: A ESTÉTICA DO ABSURDO NA SOCIEDADE MODERNA

  • Cris Antunes Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Rosani Ketzer Umbach Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Simone Xavier Moreira Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar a obra O processo, do escritor tcheco Franz Kafka, considerando sua estética em diálogo com a Modernidade. Serão examinados aspectos da obra Kafkiana encontrados nesse romance e como ela representa as transformações sociais/artísticas da sociedade moderna. Da mesma forma, serão analisados os recursos utilizados, pelo autor, para a criação do efeito de trivialidade do horror e na representação do absurdo no mundo empírico moderno.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutoranda e Mestre em Letras pelo Programa de Pós Graduação em Letras da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Letras. Professora titular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

##submission.authorWithAffiliation##

Doutoranda e Mestre em Letras pelo Programa de Pós Graduação em Letras da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Publicado
2018-03-08
Como Citar
ANTUNES, Cris; UMBACH, Rosani Ketzer; MOREIRA, Simone Xavier. O REALISMO DE KAFKA: A ESTÉTICA DO ABSURDO NA SOCIEDADE MODERNA. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 7, n. 2, mar. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/2953>. Acesso em: 20 out. 2019.