HUMOR E FACE: UMA ANÁLISE DO FILME QUESTÃO DE HONRA

  • Krícia Helena Barreto Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  • Sonia Bittencourt Silveira Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Resumo

Este trabalho objetiva analisar discursos humorísticos, irônicos e sarcásticos ao longo do filme “Questão de Honra” (1992). Baseando-se no modelo de trabalho de face proposto por Penman (1990), intenciona-se verificar como os valores sociais com os quais alguns personagens se (des)afiliam são influências diretas e essenciais para seus desejos de face e para seu consequente comportamento perante seu(s) interlocutor(es), influenciando, ainda, a escolha estratégica pelo uso do humor, da ironia e do sarcasmo na formulação de seus discursos.


 
 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutoranda em Linguística pela Universidade Federal de Juiz de Fora, com ênfase na área de Linguagem e Sociedade, mais especificamente na temática sobre estudos de face, polidez e humor.

 
##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1998) com Pós-doutorado pelo Programa de Pós-graduação em Psicologia Social da PUC-SP. Professora Associada da Universidade Federal de Juiz de Fora.

 
Publicado
2018-04-05
Como Citar
BARRETO, Krícia Helena; SILVEIRA, Sonia Bittencourt. HUMOR E FACE: UMA ANÁLISE DO FILME QUESTÃO DE HONRA. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 4, n. 1, abr. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/3435>. Acesso em: 20 out. 2019.
Seção
VERTENTES & INTERFACES II: Estudos Linguísticos e Aplicados