O ROMANCE DE JORGE AMADO: CRÔNICAS DAS TERRAS DO SEM FIM

  • Áurea Maria Bezerra Machado Universidade do Grande Rio Prof. José de Souza Herdy (Unigranrio)
  • Vera Lúcia Teixeira Kauss Universidade do Grande Rio Prof. José de Souza Herdy (Unigranrio)

Resumo

O presente artigo pretende ser uma análise de alguns romances de Jorge Amado, que, enquanto crônicas de uma época, das gentes e dos costumes de uma Bahia em transformação, compuseram uma relevante fase da obra desse escritor, conhecida como “O Ciclo do Cacau”. Assim, títulos como Cacau, Terras do Sem Fim, São Jorge de Ilhéus, Gabriela, Cravo e Canela e Tocaia Grande: a face obscura nos transportam com poesia, sangue e sedução pela história e pela geografia do Sul da Bahia, pela vida agitada da Cidade litorânea de Ilhéus e suas redondezas, durante as primeiras décadas do Século XX, quando, ali, se desenvolvia a atividade econômica e efervescente dos frutos cor de ouro, em meio à cobiça e ao poderio dos coronéis e seus jagunços, à luta pela posse e exploração da terra e do próprio homem, através de tocaias e histórias de submissão, amor, luta e crença na dignidade.


 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

 

 
##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Letras (Ciência da Literatura) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora de Literatura Comparada na Universidade do Grande Rio Prof. José de Souza Herdy (Unigranrio).

 
Publicado
2018-04-05
Como Citar
MACHADO, Áurea Maria Bezerra; KAUSS, Vera Lúcia Teixeira. O ROMANCE DE JORGE AMADO: CRÔNICAS DAS TERRAS DO SEM FIM. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 4, n. 1, abr. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/3440>. Acesso em: 20 out. 2019.
Seção
VERTENTES & INTERFACES I: Estudos Literários e Comparados