A REESCRITURA, A PARÓDIA E O HIBRIDISMO COMO MARCAS PÓS-MODERNAS DO ROMANCE HISTÓRICO CONTEMPORÂNEO

  • Altamir Botoso Universidade de Marília (Unimar)

Resumo

O romance histórico contemporâneo é um subgênero que se vale da reescritura de textos, da paródia, da intertextualidade, do hibridismo para oferecer novas versões de personalidades e eventos do nosso passado. O uso dos recursos apontados possibilita que se considere esse tipo de narrativa como parte da ficção que os teóricos denominaram, a partir dos anos 60, como pós-moderna. Assim, neste artigo, propomo-nos discutir as características mais relevantes do romance histórico contemporâneo, as quais permitem considerá-lo como uma modalidade narrativa que vem se destacando e ganhando espaço na pós-modernidade.


 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestre e Doutor em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), campus de Assis-SP, na área de Teoria Literária e Literatura Comparada. Professor dos cursos de Graduação e do Mestrado em Letras da Universidade de Marília (Unimar).

 
Publicado
2018-04-06
Como Citar
BOTOSO, Altamir. A REESCRITURA, A PARÓDIA E O HIBRIDISMO COMO MARCAS PÓS-MODERNAS DO ROMANCE HISTÓRICO CONTEMPORÂNEO. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 3, n. 2, abr. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/3482>. Acesso em: 02 jul. 2020.
Seção
VERTENTES & INTERFACES I: Estudos Literários e Comparados