ALÉM DOS LIMITES DO PENSAMENTO A EXPERIÊNCIA MÍSTICA NA ESCRITA DE HILDA HILST

  • Alva Martínez Teixeiro Universidade da Coruña (UDC)

Resumo

Este artigo considera como o misticismo é apresentado na escrita de Hilda Hilst, avaliando a variedade de aplicações do termo no seu universo literário: o misticismo é frequentemente usado para denotar de modo vago alguma classe de espiritualidade, alguma atitude ou experiência religiosa, ou, em sentido restrito, a evidência direta, intuitiva de Deus. O estudo analisa o papel significativo do êxtase e da aflição nos seus trabalhos, onde as personagens tratam com o sobrenatural e o Absoluto – onde o Divino semelha distante – e experimentam uma profunda crise de fé em Deus. Aliás, o artigo revista e avalia escolhas temáticas como a pena, o pessimismo e a tragédia, nas quais Hilst trata a derrelição como um mecanismo literário, usando-o como uma representação simbólica da falta de sentido e significado da existência.


 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora (com Menção Europeia) em Literatura Brasileira pela Universidade da Coruña (UDC).

 
Publicado
2018-04-06
Como Citar
TEIXEIRO, Alva Martínez. ALÉM DOS LIMITES DO PENSAMENTO A EXPERIÊNCIA MÍSTICA NA ESCRITA DE HILDA HILST. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 3, n. 2, abr. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/3483>. Acesso em: 02 jul. 2020.
Seção
VERTENTES & INTERFACES I: Estudos Literários e Comparados