O POEMA QUE ESTRADA COM O SOL: A TRADUÇÃO PARA ALÉM DA MELANCOLIA

O POEMA QUE ESTRADA COM O SOL: A TRADUÇÃO PARA ALÉM DA MELANCOLIA

  • João Alves Rocha Neto Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Resumo

Este trabalho pretende, a partir da frase “tradução é uma forma”, retirada de A tarefa do tradutor, de Walter Benjamin, pensar uma concepção da prática tradutória que não seja vinculada à experiência da melancolia, assim, parece se abrir um novo caminho para a tradução, colocando-a ao lado da noção de metamorfose. Para isso, trazemos pelo menos duas experiências de tradução: as traduções do poeta alemão Hölderlin e da escritora portuguesa Maria Gabriela Llansol.


 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutorando em Literatura Comparada, linha Literatura e Psicanálise, na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

 
Publicado
2018-04-06
Como Citar
ROCHA NETO, João Alves. O POEMA QUE ESTRADA COM O SOL: A TRADUÇÃO PARA ALÉM DA MELANCOLIA. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 3, n. 2, abr. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/3487>. Acesso em: 02 jul. 2020.
Seção
VERTENTES & INTERFACES I: Estudos Literários e Comparados