UMA EXCURSÃO MILAGROSA NO PAÍS DAS QUIMERAS: UMA BREVE ANÁLISE DO FANTÁSTICO EM CONTOS MACHADIANOS

  • Helder Santos Rocha Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)
  • Valdira Meira Cardoso de Souza Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)

Resumo

Este texto pretende demonstrar uma breve análise literária dos contos O País das Quimeras (1862) e Uma excursão milagrosa (1866) de Machado de Assis, sob a luz dos estudos sobre o gênero fantástico de Todorov (1975) e Furtado (1980), produzindo, também, um breve cotejamento acerca das semelhanças e diferenças encontradas nestes dois contos machadianos, sobretudo pontuando algumas modificações relevantes na reescritura desta narrativa. Por fim, procura-se confrontar alguns estudos sobre a crítica social e a intertextualidade nos contos abordados, buscando compreender pontos críticos da narrativa machadiana que evidenciem a função transgressiva do gênero fantástico.


 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

 

 
##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Professora de Literatura Brasileira da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

 
Publicado
2018-04-06
Como Citar
ROCHA, Helder Santos; SOUZA, Valdira Meira Cardoso de. UMA EXCURSÃO MILAGROSA NO PAÍS DAS QUIMERAS: UMA BREVE ANÁLISE DO FANTÁSTICO EM CONTOS MACHADIANOS. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 3, n. 2, abr. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/3495>. Acesso em: 02 jul. 2020.