ARQUIVO E MEMÓRIA: UMA ANÁLISE DOS CONCEITOS DE ARQUIVO SEGUNDO MICHEL FOUCAULT E ROBERTO GONZALEZ ECHEVARRÍA

  • Ingridd Michelle Lopes Pereira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)
  • Pedro Dolabela Chagas Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)

Resumo

O trabalho que ora se lhes apresenta visa a discutir a maneira como a questão da memória surge no estudo de dois diferentes conceitos de arquivo: o postulado por Michel Foucault em A arqueologia do saber e o conceito proposto pelo crítico literário Roberto González Echevarría em Mito y archivo. Não deixamos de considerar que os autores tratam do conceito a partir de lugares distintos e o intuito aqui não é relacionar conceitos díspares, mas observar de que maneira a questão do arquivo está ligada à da própria memória, o que se torna possível mesmo se observarmos essa relação a partir de diferentes perspectivas.


 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda em Memória: Linguagem e Sociedade pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

 
##submission.authorWithAffiliation##

Professor do PPG em Memória: Linguagem e Sociedade da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Doutor em Literatura Comparada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), e em Estética e Filosofia da Arte pela UFMG.

 
Publicado
2018-04-06
Como Citar
PEREIRA, Ingridd Michelle Lopes; CHAGAS, Pedro Dolabela. ARQUIVO E MEMÓRIA: UMA ANÁLISE DOS CONCEITOS DE ARQUIVO SEGUNDO MICHEL FOUCAULT E ROBERTO GONZALEZ ECHEVARRÍA. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 3, n. 2, abr. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/3496>. Acesso em: 02 jul. 2020.