O SILÊNCIO NA SALA DE AULA

PROBLEMATIZAÇÕES SOBRE PARTICIPAÇÃO E IDENTIDADES DISCENTES

  • Maria Luisa Ribeiro Amorim Antunes Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)
  • Fernanda de Castro Modl Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (Puc-MG)

Resumo

Este trabalho tem como objetivo mapear e entender, através de uma pesquisa-ação, significados do e para o silêncio na sala de aula, bem como suas inter-relações com a participação e questões relacionadas à (re)construção identitária dos discentes. Além de resenhar a noção de silêncio na perspectiva da Análise do Discurso Francesa (ADF), compreendendo-a como uma discursividade do cotidiano interacional da sala de aula, buscando o aperfeiçoamento da prática pedagógica a partir das noções de que o silêncio é o princípio de toda enunciação e de silenciamento como processo de censura para identificar a ideia de participação em sala de aula. Os resultados obtidos via instrumento questionário apontam para os fazeres, dizeres e silenciares na interação didática dando uma maior compreensão daquilo que parece orientar os comportamentos dos sujeitos alunos.


 
 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras: Cultura, Educação e Linguagem pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

     
##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (Puc-MG). Atualmente é prof. adjunto da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

   
Publicado
2018-08-25
Como Citar
ANTUNES, Maria Luisa Ribeiro Amorim; MODL, Fernanda de Castro. O SILÊNCIO NA SALA DE AULA. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 10, n. 1, ago. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/3513>. Acesso em: 23 set. 2018. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v10i1.3513.