HISTÓRIA, MEMÓRIA, EDUCAÇÃO E SERTÕES NO JORNAL "A PENNA"

  • Byron de Castro Muniz Teixeira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)
  • Maria Aparecida Silva de Sousa Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)

Resumo

O presente trabalho descritivo de cunho quantitativo visa empreender reflexões acerca da difusão cultural realizada a partir do periódico A Penna (1897-1930), considerando posicionamentos de João Antônio dos Santos Gumes, proprietário do periódico. Busca-se, portanto, evidenciar a sua importância como difusor da cultura entre os habitantes de uma cidade sertaneja em fins do século XIX. Desse modo, abordamos como seus posicionamentos no periódico possibilitaram criar um lugar de memória sobre o passado desta localidade, ao mesmo tempo em que afirmava sua perspectiva de futuro sobre os rumos da República que acabava de ser instituída.


 
 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Professora do Programa de Pós-Graduação em Memória: Linguagem e Sociedade da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).  

   
Publicado
2018-08-25
Como Citar
TEIXEIRA, Byron de Castro Muniz; SOUSA, Maria Aparecida Silva de. HISTÓRIA, MEMÓRIA, EDUCAÇÃO E SERTÕES NO JORNAL "A PENNA". fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 10, n. 1, ago. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/3683>. Acesso em: 19 nov. 2018. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v10i1.3683.