OS DIÁRIOS DIZEM MAIS DO QUE PRETENDEM DIZER: O CASO LIMA BARRETO

OS DIÁRIOS DIZEM MAIS DO QUE PRETENDEM DIZER: O CASO LIMA BARRETO

  • Marcio Jean Fialho de Sousa Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes)
  • Ilca Vieria de Oliveira Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes)

Resumo

Mais que um simples registro de cabeceira, os diários barretianos contribuem para uma melhor compreensão do autor Lima Barreto cidadão, afrodescendente do início do século XX. Em seus diários é possível acompanhar seu processo de autoconhecimento, mas também é dado a conhecer um Rio de Janeiro deficiente e herdeiro dos preconceitos do período escravocrata. Desse modo, o objetivo deste estudo é analisar como a escrita autobiográfica de Lima Barreto pode contribuir com o processo de autoconhecimento do autor e, além disso, identificar as contribuições desses escritos para a compreensão de questões latentes no início do século XX, tais como o racismo, preconceitos e relações de poder.


 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutor e Mestre em Letras, na área de Literatura Portuguesa, pela Universidade de São Paulo (Usp). Pós-doutor em Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Puc-SP). Docente na Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professora titular da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).

Publicado
2019-08-24
Como Citar
DE SOUSA, Marcio Jean Fialho; DE OLIVEIRA, Ilca Vieria. OS DIÁRIOS DIZEM MAIS DO QUE PRETENDEM DIZER: O CASO LIMA BARRETO. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 11, n. 1, ago. 2019. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/5000>. Acesso em: 16 set. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v11i1.5000.
Seção
VERTENTES & INTERFACES I: Estudos Literários e Comparados