AUTOCONFRONTAÇÃO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: UM INSTRUMENTO PARA RECONFIGURAR SABERES DOCENTES

  • Lidia Stutz Universidade Estadual do Centro-Oeste- UNICENTRO/PR
  • Vera Lúcia Lopes Cristovão Universidade Estadual de Londrina (Uel)

Resumo

Neste estudo utilizamos autoconfrontação como instrumento de formação inicial e temos como objetivo reconhecer as avaliações, tensões, saberes e capacidades docentes de alunos-professores de Língua Inglesa quando refletem sobre as experiências realizadas no Estágio Supervisionado. Elegemos a autoconfrontação com o intuito de prover espaços para revisar, compreender e reconfigurar o trabalho docente. Dada a interface entre linguagem e trabalho, os quadros teóricos da clínica da atividade provenientes da ergonomia francesa e do interacionismo sociodiscursivo fornecem suporte às nossas análises. A autoconfrontação (simples, cruzada e extensão ao coletivo) foi realizada com duas alunas-professoras de uma turma de quarto ano do Curso de Letras Inglês. As análises provém do recorte da última etapa - extensão ao coletivo – quando as participantes assumem a posição enunciativa de analistas de si e do procedimento. Os resultados mostram recorrentes tensões afetivas, pragmáticas e epistêmicas que sinalizam  reflexividade sobre os saberes e capacidades de avaliar o contexto educacional e o papel do professor.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Professora adjunta do Programa de Pós-Graduação em Letras - Interfaces entre Língua e Literatura e do Departamento de Letras da UNICENTRO. Realizou estudos de Doutorado e Pós-Doutorado em Estudos da Linguagem (UEL) e é coordenadora do Grupo de Pesquisa Gêneros Textuais e Práxis Docente (CNPq).

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Puc-SP). Professora do  Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem e do Departamento de Línguas Estrangeiras Modernas da Universidade Estadual de Londrina (Uel).

Publicado
2019-08-25
Como Citar
STUTZ, Lidia; CRISTOVÃO, Vera Lúcia Lopes. AUTOCONFRONTAÇÃO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: UM INSTRUMENTO PARA RECONFIGURAR SABERES DOCENTES. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 11, n. 1, ago. 2019. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/5114>. Acesso em: 16 set. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v11i1.5114.
Seção
VERTENTES & INTERFACES II: Estudos Linguísticos e Aplicados