FORMAÇÃO DOCENTE E LETRAMENTO: UMA REALIDADE VIVENCIADA NA EJA

Resumo

Este estudo objetiva discutir a formação de professores a partir da utilização de materiais didáticos condizentes com a promoção do letramento social no trabalho pedagógico dentro da sala de aula. Trata-se de uma pesquisa social, apoiada no estudo de caso junto a uma escola pública de Ilhéus/BA, a partir de entrevista com uma professora da EJA, voltada ao entendimento da sua formação profissional e dos modos de escolha, elaboração e utilização do material didático. Como aporte teórico, destaca-se Freire que transita pela educação de jovens e adultos em diferentes frentes, tanto no entendimento deste ambiente desafiador, quanto nas questões relacionadas aos saberes necessários ao professor para uma prática educativa transformadora e emancipatória; Tardif (2004) que aborda os saberes docentes e sua relação com a formação profissional implicados na atividade docente; Street (2015) que propõe os modelos de letramento autônomo e ideológico, com repercussão nas práticas de letramento social para apropriação da leitura e escrita; e Mello (2015), que trata a produção didática da EJA como práticas de produção e construção de saberes no meio escolar. Em síntese, discorrem-se algumas análises da voz da docente visando perscrutar a apropriação de saberes que são determinantes para a profissionalização numa prática didático-pedagógica que possa ressignificar as relações entre língua/linguagem entre os sujeitos que se encontram implicados em situações sociais pertinentes ao ambiente da EJA, a fim de contribuir para a transformação social dos sujeitos envolvidos em processos de ensino e aprendizagem.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda  em Letras: Linguagens e Representações pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Membro do Grupo de Pesquisa Estudos de Linguagem, Argumentação e Discurso.

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Letras pela Universidade de São Paulo (Usp), atualmente trabalha na Universidade Federal de Sergipe (UFS) tanto na graduação quanto na pós-graduação acadêmica (PPGL) e profissional (Profletras) e no Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). É líder do Grupo de Pesquisa em Argumentação e Retórica Aplicadas e do grupo de Estudos em Linguagem, Argumentação e Discurso, ambos com registro no CNPq.

Publicado
2019-08-25
Como Citar
POSSO, Renata da Silva; AZEVEDO, Isabel Cristina Michelan. FORMAÇÃO DOCENTE E LETRAMENTO: UMA REALIDADE VIVENCIADA NA EJA. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 11, n. 1, ago. 2019. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/5144>. Acesso em: 11 nov. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v11i1.5144.