A AULA DE INGLÊS E O DESMONTE DA EDUCAÇÃO COMO PRÁXIS POLÍTICA: UM PROJETO DE ALIENAÇÃO DO SUJEITO SOCIAL

  • Davi Gonçalves Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro/ PR)

Resumo

Essa proposta de trabalho visa refletir acerca de questões educacionais em paralelo com a práxis social. Mais especificamente, a ideia é discutir as características e implicações da realidade e prática social dos alunos da escola pública levando em consideração anseios contemporâneos pautados no tema. Os dados analisados foram coletados em uma escola pública situada na cidade de Maringá-PR, no ano de 2009, durante o estágio curricular supervisionado obrigatório de observação – tanto do entorno escolar quanto das aulas. Com enfoque nesse aspecto mais social das práticas educacionais escolares, o principal arcabouço teórico para análise dos dados é aquele oferecido por István Mészáros no livro A educação para além do capital (2008).  Os resultados, não-conclusivos, apontam para um cenário alarmante: se na esfera privada já há tempos a educação se tornou uma mercadoria e os alunos meros clientes, a esfera pública tem sido redirecionada para caminhos análogos, em diversos sentidos.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutor em Teoria, Crítica e História da Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc). Professor de Literaturas de Língua Inglesa do Departamento de Letras da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro/ PR).

Publicado
2019-08-25
Como Citar
GONÇALVES, Davi. A AULA DE INGLÊS E O DESMONTE DA EDUCAÇÃO COMO PRÁXIS POLÍTICA: UM PROJETO DE ALIENAÇÃO DO SUJEITO SOCIAL. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 11, n. 1, ago. 2019. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/5378>. Acesso em: 13 nov. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v11i1.5378.
Seção
VERTENTES & INTERFACES II: Estudos Linguísticos e Aplicados