(MULTI)LETRAMENTO DIGITAL: O SNAPCHAT NO ÂMBITO ESCOLAR

  • Alan Victor Andrade Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems)
  • Ione Vier Dalinghaus Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

Resumo

A proposta deste trabalho é demonstrar como o uso de novas tecnologias no âmbito de sala de aula pode auxiliar na aprendizagem do aluno, tornando as atividades mais relevantes e significativas. A pesquisa teve como objeto de estudo uma aula realizada por pibidianos da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Campus Aquidauana, no ensino Médio de uma escola pública Estadual de Anastácio, MS. A temática escolhida pelo grupo foi “Setembro Amarelo”, uma campanha que tem como foco conscientizar os alunos sobre a prática do suicídio. Para despertar o interesse dos alunos, tanto para o tema, muito relevante devido ao alto índice de suicídios de jovens nesta cidade, quanto para a participação no PIBID, foi elaborada uma aula com o uso do aplicativo Snapchat. Por meio de teorias que defendem a necessidade de práticas multiletradas, multissemióticas e críticas em sala de aula e ancorados em estudos de autores como Monte Mór (2010), Rojo (2012, 2013), Takaki (2012) e outros estudiosos da Pedagogia dos Multiletramentos e Letramento Crítico, fez-se uma adaptação das mídias digitais com o conteúdo ministrado. Obteve-se um retorno bastante satisfatório nas atividades realizadas na perspectiva dos multiletramentos, confirmando-se o êxito não apenas no ensino-aprendizagem dos escolares, mas também, na formação dos acadêmicos.  

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestrando em Letras pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems).

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Professora Assistente da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).

Publicado
2020-01-27
Como Citar
ANDRADE, Alan Victor; DALINGHAUS, Ione Vier. (MULTI)LETRAMENTO DIGITAL: O SNAPCHAT NO ÂMBITO ESCOLAR. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 11, n. 2, jan. 2020. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/5393>. Acesso em: 27 fev. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v11i2.5393.