MEMES VIRTUAIS E A PERSPECTIVA FUNCIONALISTA DE TRADUÇÃO: CORPUS COMPARÁVEL DO PAR LINGUÍSTICO PORTUGUÊS<>ESPANHOL

  • Bruna Camila Trombini Schneider Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)
  • Maria José Laiño Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Resumo

O meme virtual é um gênero textual/discursivo carregado de elementos verbais, não verbais e culturais. Nascido através da popularização das redes sociais, ele possui conteúdos humorísticos, sarcásticos e reflexivos. Nesse contexto, esse artigo objetiva apresentar um corpus comparativo do gênero meme virtual, bem como refletir e discutir sobre aspectos tradutórios do texto, observando o par português<>espanhol. Os memes utilizados na análise foram encontrados em páginas de redes sociais, em português e  espanhol e na análise discutem-se aspectos linguísticos e sua relação direta com os aspectos culturais, assim compreende-se que esses elementos são indissociáveis no processo de tradução. Os pressupostos teóricos deste estudo pautam-se em Marcuschi (2008) e Bakthin (2011), que auxiliam diretamente na discussão sobre os gêneros; Dawkins (2007 [1976]), Souza (2013) e Silva (2016) tratam especificamente sobre o gênero meme. Nord (1994, 2010a e 2010b) elucida a tradução funcionalista, ótica sob a qual são feitas as discussões dos memes ilustrados no trabalho. Com as discussões propostas, percebe-se que a língua é um construto complexo, formado por elementos que superam o campo estritamente linguístico. Isto se torna ainda mais evidente em um processo tradutório, já que há muitas figuras envolvidas e que precisam ser respeitadas, sob a ótica da vertente funcionalista. Nesse sentido, o gênero meme possibilita tal discussão, pois é um gênero que clama por compartilhamento cultural para que atinja um propósito humorístico: neste caso o entrelace entre cultura e língua é feito a partir de um processo comparativo do gênero e das línguas portuguesa e espanhola.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus de Chapecó.

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora e mestre pela Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc). Professora da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Coordenadora do Programa de Extensão Centro de línguas da UFFS.

Publicado
2020-01-28
Como Citar
TROMBINI SCHNEIDER, Bruna Camila; LAIÑO, Maria José. MEMES VIRTUAIS E A PERSPECTIVA FUNCIONALISTA DE TRADUÇÃO: CORPUS COMPARÁVEL DO PAR LINGUÍSTICO PORTUGUÊS<>ESPANHOL. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 11, n. 2, jan. 2020. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/5515>. Acesso em: 04 jul. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v11i2.5515.