LINGUAGEM AUDIOVISUAL EM SALA DE AULA: NOVOS SUJEITOS, NOVOS OBJETOS E NOVAS PRÁTICAS

  • Janaina de Jesus Santos Universidade do Estado da Bahia (Uneb)

Resumo

Neste estudo, visamos, em primeiro lugar, propor o estudo das linguagens verbal, visual e audiovisual no contexto escolar e de sua compreensão como superfície cultural que dá visibilidade para outras existências e outros mundos.Partindo desse objetivo, desenhamos os seguintes objetivos específicos: mapear as potencialidades e limitações do audiovisual como recurso didático; identificar sob que perspectivas pedagógicas essa prática pode ocorrer; oferecer elementos para compreender as possibilidades do uso do audiovisual em sala de aula; e elaborar uma proposta de sequência didática que aborde gêneros discursivos e relações étnico-raciais para a sala de aula de Ensino Fundamental II. Centrando na proposta de sequência didática, podemos afirmar que o diálogo entre a teoria e o cotidiano escolar permite uma visão mais aberta para as linguagens, suas particularidades e suas potencialidades com a finalidade de sensibilizar, contextualizar, exemplificar e a ilustrar conteúdos.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp). Professor Adjunto da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

Publicado
2020-01-27
Como Citar
SANTOS, Janaina de Jesus. LINGUAGEM AUDIOVISUAL EM SALA DE AULA: NOVOS SUJEITOS, NOVOS OBJETOS E NOVAS PRÁTICAS. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 11, n. 2, jan. 2020. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/5577>. Acesso em: 31 mar. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v11i2.5577.