GESTOS DIDÁTICOS REVELADOS NO DIZER DO PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA EM SITUAÇÃO DE ENSINO DE ESCRITA

  • Danielly Dayane Soares de Macedo UFCG/Aluna de pós-graduação
  • Maria de Fátima Alves Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
  • Roziane Marinho Ribeiro Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)

Resumo

Neste artigo, apresentamos um estudo de caso (MINAYO, 1994) cujo objetivo consiste em identificar e interpretar os gestos didáticos evidenciados no dizer de um professor de Língua Portuguesa durante intervenções que visavam direcionar os alunos à produção escrita do gênero textual conto fantástico. Para tanto, apoiamo-nos nas discussões propostas pelo Interacionismo Sociodiscursivo, no que se refere às condições de produção de texto e nas marcas enunciativas asseveradas por Bronckart (1999). Em seguida, pautando-nos nos pressupostos da Didática das Línguas, discorremos acerca da noção de gestos didáticos. Nesse sentido, trata-se de uma pesquisa pautada no paradigma qualitativo de ciência (MINAYO, 2009), de base etnográfica (MATTOS, 2011). A geração dos dados ocorreu em duas etapas: (1) entrevista semiestruturada; (2) filmagem de uma aula ministrada pelo participante, em uma turma do terceiro ano do ensino médio, vinculada a uma Escola Cidadã Integral situada na cidade de Campina Grande – PB. A partir deste estudo, observamos que, durante a aula em questão, o professor acionou os gestos de criação de memória didática (interna e externa), regulação, implementação do dispositivo didático, institucionalização e formulação de tarefas; os quais se desdobraram em gestos didáticos específicos. Esses gestos sinalizam o gerenciamento realizado pelo professor no tocante às orientações para a produção escrita do conto, tendo em vista o contexto de interação no qual está inserido.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino (PPGLE), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Professora adjunta da Unidade Acadêmica de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Linguística pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professora adjunta da Unidade Acadêmica de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Realizou estágio de pós-doutoramento na Universidade Nova de Lisboa (UNL).

Referências

1. BRONCKART, J. P. Atividade de linguagem, textos e discursos. Por um interacionismo sociodiscursivo. Trad. Anna Rachel Machado e Péricles Cunha, São Paulo, Educ, 1999.
2. BRONCKART, J. P. Atividade de linguagem, discurso e desenvolvimento humano. Campinas: Mercado de Letras, 2006.
3. GOMES-SANTOS, S. N. ; JORDÃO, H. G. . O texto no trabalho de alfabetização: aspectos didáticos e interacionais de uma atividade escolar. In: BARROS, E.M.D.; CORDEIRO, G.S.; GONÇALVES, A.V. (Orgs.). Letramentos, objetos e instrumentos de ensino: gêneros textuais, sequências e gestos didáticos. 1ª ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2017. p. 59-89.
4. LANFERDINI, P. A. F.; CRISTOVAO, V. L. L. O agir docente revelado no trabalho de planejamento e produção de uma sequência didática: contribuições para a construção de uma semiologia do agir. DELTA [online], v. 33, n. 4, p. 1235-1269, 2017.
5. MACHADO, A. R.; BRONCKART, J. P. (Re-)configurações do trabalho do professor construídas nos e pelos textos: a perspectiva metodológica do Grupo ALTER-LAEL. In: MACHADO, A. R e colaboradores; ABREU-TARDELLI, L.S.; CRISTÓVÃO, V.L.L. (Orgs); posfácio Joaquim Dolz. Linguagem e educação: o trabalho do professor em uma nova perspectiva. Campinas: Mercado de Letras, 2009, p. 31-77.
6. MATTOS, C.L.G. A abordagem etnográfica na investigação científica. In MATTOS, C.L.G.; CASTRO, P. A., (Orgs.). Etnografia e educação: conceitos e usos [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2011. p. 49-83. ISBN 978-85-7879-190-2.
7. MESSIAS, C., DOLZ-MESTRE, J. As noções de gestos e de agir didático para a formação de professores de línguas: interfaces do trabalho docente. São Paulo: Cadernos Cenpec, vol. 5, n. 1, p. 44-67, jan./jun. 2015.
8. MINAYO, M. C. S. O desafio da pesquisa social. In: Deslandes, S.F.; GOMES, R.; MINAYO, M.C.S. (Orgs.) Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2009. p. 9-29.
9. MOREIRA, H.; CALEFFE, L. G. Metodologia da pesquisa para o professor pesquisador. 2. ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2008.
10. NASCIMENTO; E. L.; BRUN, E. P. Transposição didática e gestos profissionais de ensinar: a construção do objeto de ensino pelo professor de língua portuguesa. In: BARROS, E. M. D. de; CORDEIRO, G. S.; GONÇALVES, A. V. (Orgs.) Gestos didáticos para ensinar a língua: agir docente e gêneros textuais. Campinas: Pontes, 2017. p. 47-81.
11. NASCIMENTO, E. L. A dupla semiotização dos objetos de ensino-aprendizagem: dos gestos didáticos fundadores aos gestos didáticos específicos. Signum: Estudos Linguísticos, Londrina, n. 14/1, p. 421-445, jun. 2011.
12. PRETI D. Apresentação. In: PRETI, D. (Org). Análise de textos orais. 4ª. ed. São Paulo: Humanitas Publicações – FFLCH/USP – (Projetos Paralelos. V.2), 1999, p. 7-12.
13. SILVA, A. A. P. ; SILVA, C. M. R. A pesquisa, uma necessidade para os professores de língua. Entrevista com o prof. Dr. Joaquim Dolz. Revista NUPEM (Online), v. 4, n. 7, p. 11-22, ago./dez. 2012.
14. SILVA, C. M. O agir didático do professor de língua portuguesa e sua reconfiguração em textos de autoconfrontação. 2013. 384 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
15. SILVA-HARDMEYER, C. Gestos e agir didático do professor de língua portuguesa: entre o gênero textual e a gramática. Revista L@el em (Dis)curso. v. 7, n. 121-157, 2015.
Publicado
2020-07-02
Como Citar
MACEDO, Danielly Dayane Soares de; ALVES, Maria de Fátima; RIBEIRO, Roziane Marinho. GESTOS DIDÁTICOS REVELADOS NO DIZER DO PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA EM SITUAÇÃO DE ENSINO DE ESCRITA. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 12, n. 1, jul. 2020. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/6655>. Acesso em: 10 ago. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v12i1.6655.