GESTOS DIDÁTICOS REVELADOS NO DIZER DO PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA EM SITUAÇÃO DE ENSINO DE ESCRITA

Autores

  • Danielly Dayane Soares de Macedo UFCG/Aluna de pós-graduação
  • Maria de Fátima Alves Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
  • Roziane Marinho Ribeiro Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)

DOI:

https://doi.org/10.22481/folio.v12i1.6655

Resumo

Neste artigo, apresentamos um estudo de caso (MINAYO, 1994) cujo objetivo consiste em identificar e interpretar os gestos didáticos evidenciados no dizer de um professor de Língua Portuguesa durante intervenções que visavam direcionar os alunos à produção escrita do gênero textual conto fantástico. Para tanto, apoiamo-nos nas discussões propostas pelo Interacionismo Sociodiscursivo, no que se refere às condições de produção de texto e nas marcas enunciativas asseveradas por Bronckart (1999). Em seguida, pautando-nos nos pressupostos da Didática das Línguas, discorremos acerca da noção de gestos didáticos. Nesse sentido, trata-se de uma pesquisa pautada no paradigma qualitativo de ciência (MINAYO, 2009), de base etnográfica (MATTOS, 2011). A geração dos dados ocorreu em duas etapas: (1) entrevista semiestruturada; (2) filmagem de uma aula ministrada pelo participante, em uma turma do terceiro ano do ensino médio, vinculada a uma Escola Cidadã Integral situada na cidade de Campina Grande – PB. A partir deste estudo, observamos que, durante a aula em questão, o professor acionou os gestos de criação de memória didática (interna e externa), regulação, implementação do dispositivo didático, institucionalização e formulação de tarefas; os quais se desdobraram em gestos didáticos específicos. Esses gestos sinalizam o gerenciamento realizado pelo professor no tocante às orientações para a produção escrita do conto, tendo em vista o contexto de interação no qual está inserido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danielly Dayane Soares de Macedo, UFCG/Aluna de pós-graduação

Mestranda vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino (PPGLE), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Maria de Fátima Alves, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)

Doutora em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Professora adjunta da Unidade Acadêmica de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Roziane Marinho Ribeiro, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)

Doutora em Linguística pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professora adjunta da Unidade Acadêmica de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Realizou estágio de pós-doutoramento na Universidade Nova de Lisboa (UNL).

Referências

1. BRONCKART, J. P. Atividade de linguagem, textos e discursos. Por um interacionismo sociodiscursivo. Trad. Anna Rachel Machado e Péricles Cunha, São Paulo, Educ, 1999.
2. BRONCKART, J. P. Atividade de linguagem, discurso e desenvolvimento humano. Campinas: Mercado de Letras, 2006.
3. GOMES-SANTOS, S. N. ; JORDÃO, H. G. . O texto no trabalho de alfabetização: aspectos didáticos e interacionais de uma atividade escolar. In: BARROS, E.M.D.; CORDEIRO, G.S.; GONÇALVES, A.V. (Orgs.). Letramentos, objetos e instrumentos de ensino: gêneros textuais, sequências e gestos didáticos. 1ª ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2017. p. 59-89.
4. LANFERDINI, P. A. F.; CRISTOVAO, V. L. L. O agir docente revelado no trabalho de planejamento e produção de uma sequência didática: contribuições para a construção de uma semiologia do agir. DELTA [online], v. 33, n. 4, p. 1235-1269, 2017.
5. MACHADO, A. R.; BRONCKART, J. P. (Re-)configurações do trabalho do professor construídas nos e pelos textos: a perspectiva metodológica do Grupo ALTER-LAEL. In: MACHADO, A. R e colaboradores; ABREU-TARDELLI, L.S.; CRISTÓVÃO, V.L.L. (Orgs); posfácio Joaquim Dolz. Linguagem e educação: o trabalho do professor em uma nova perspectiva. Campinas: Mercado de Letras, 2009, p. 31-77.
6. MATTOS, C.L.G. A abordagem etnográfica na investigação científica. In MATTOS, C.L.G.; CASTRO, P. A., (Orgs.). Etnografia e educação: conceitos e usos [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2011. p. 49-83. ISBN 978-85-7879-190-2.
7. MESSIAS, C., DOLZ-MESTRE, J. As noções de gestos e de agir didático para a formação de professores de línguas: interfaces do trabalho docente. São Paulo: Cadernos Cenpec, vol. 5, n. 1, p. 44-67, jan./jun. 2015.
8. MINAYO, M. C. S. O desafio da pesquisa social. In: Deslandes, S.F.; GOMES, R.; MINAYO, M.C.S. (Orgs.) Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2009. p. 9-29.
9. MOREIRA, H.; CALEFFE, L. G. Metodologia da pesquisa para o professor pesquisador. 2. ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2008.
10. NASCIMENTO; E. L.; BRUN, E. P. Transposição didática e gestos profissionais de ensinar: a construção do objeto de ensino pelo professor de língua portuguesa. In: BARROS, E. M. D. de; CORDEIRO, G. S.; GONÇALVES, A. V. (Orgs.) Gestos didáticos para ensinar a língua: agir docente e gêneros textuais. Campinas: Pontes, 2017. p. 47-81.
11. NASCIMENTO, E. L. A dupla semiotização dos objetos de ensino-aprendizagem: dos gestos didáticos fundadores aos gestos didáticos específicos. Signum: Estudos Linguísticos, Londrina, n. 14/1, p. 421-445, jun. 2011.
12. PRETI D. Apresentação. In: PRETI, D. (Org). Análise de textos orais. 4ª. ed. São Paulo: Humanitas Publicações – FFLCH/USP – (Projetos Paralelos. V.2), 1999, p. 7-12.
13. SILVA, A. A. P. ; SILVA, C. M. R. A pesquisa, uma necessidade para os professores de língua. Entrevista com o prof. Dr. Joaquim Dolz. Revista NUPEM (Online), v. 4, n. 7, p. 11-22, ago./dez. 2012.
14. SILVA, C. M. O agir didático do professor de língua portuguesa e sua reconfiguração em textos de autoconfrontação. 2013. 384 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
15. SILVA-HARDMEYER, C. Gestos e agir didático do professor de língua portuguesa: entre o gênero textual e a gramática. Revista L@el em (Dis)curso. v. 7, n. 121-157, 2015.

Downloads

Publicado

2020-07-02

Como Citar

[1]
Macedo, D.D.S. de, Alves, M. de F. e Ribeiro, R.M. 2020. GESTOS DIDÁTICOS REVELADOS NO DIZER DO PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA EM SITUAÇÃO DE ENSINO DE ESCRITA. fólio - Revista de Letras. 12, 1 (jul. 2020). DOI:https://doi.org/10.22481/folio.v12i1.6655.