PRODUÇÃO DE TEXTO: EM BUSCA DA CONSTRUÇÃO DA AUTORIA

  • Luciani Dalmaschio Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)
  • Leania Magalhães Ursine Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

Resumo

Este trabalho surgiu da necessidade de lançarmos um olhar mais atento aos caminhos metodológicos percorridos pelo professor como mediador do processo da produção escrita dos alunos. Portanto, se organiza em torno do desenvolvimento de práticas relacionadas ao ensino de produção de textos a alunos da educação básica, por meio do trabalho com gêneros textuais. Dessa forma, objetiva realizar uma transposição didática dos pressupostos teóricos sobre produção textual, de modo a mobilizar o fazer pedagógico docente. Nesse sentido, trabalha com a perspectiva de que a mediação do professor é muito importante para que a voz do aluno-escritor apareça em sua escrita. O corpus em análise é composto por textos escritos e reescritos por alunos do oitavo e nono anos do ensino fundamental da Escola Estadual Brighenti Cesare, de São João del-Rei, MG, e fez parte das atividades da disciplina Prática Curricular Avaliação da Produção Escrita, oferecida pela graduação em Letras da Universidade Federal de São João del-Rei.  A pesquisa teve como suporte teórico principal os estudos de Costa Val (2009) e Ruiz (2010) e como recorte de análise buscou refletir em que medida as propostas de redação aplicadas incentivam a subjetividade do aluno-escritor.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professora Adjunta da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e coordenadora do Curso de Letras. É membro do grupo de pesquisa ENUNCIAR, da UFMG e Vice-Coordenadora do GT Semântica e Estudos Enunciativos da ANPOLL.

 

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda em Letras pela Universidade de São João del-Rei (USJR). Bolsista CAPES.

Referências

1. BENVENISTE, E. Problemas de lingüística geral II. Campinas: Pontes, 1989.
2. BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental - Língua Portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1998.
3. BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017. Disponível em: 568http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_publicacao.pdf. Acesso em: 02 jun. 2017.
4. COSTA VAL, M. G. Avaliação do texto escolar – professor-leitor/aluno-autor. São Paulo: Autêntica/ CEALE, 2009.
5. GALLO, S. L. Discurso da escrita e do ensino. Campinas: Editora da Unicamp, 1992.
6. ORLANDI, E. P. Discurso e leitura. São Paulo: Cortez, 1993.
7. RUIZ E. D.: Como corrigir redações na escola. São Paulo: Contexto, 2010.
8. SERAFINI, M. T. Como escrever textos. Trad. Maria Augusta Bastos de Mattos. São Paulo: Globo, 1989.
Publicado
2020-07-02
Como Citar
DALMASCHIO, Luciani; URSINE, Leania Magalhães. PRODUÇÃO DE TEXTO: EM BUSCA DA CONSTRUÇÃO DA AUTORIA. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 12, n. 1, jul. 2020. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/6700>. Acesso em: 04 ago. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/folio.v12i1.6700.