A PRAÇA MORENA BELA NA CIDADE DE SERRINHA-BA: UMA REFLEXÃO A PARTIR DA PAISAGEM URBANA

  • Fernando de Souza Nunes Geo(Bio)grafar/UNEB, Campus XI - Serrinha

Resumo

A paisagem, o horizonte que nos é apresentado cuja visão consegue abarcar, faz parte do nosso cotidiano. Descrever a paisagem é insuficiente e faz-se necessário revelar as suas entrelinhas. Sendo a praça um espaço público, mais especificamente das praças, temos, pois, o In loco da ação coletiva, das inúmeras subjetividades, funcionalidades e seu papel no cenário urbano da cidade. Eis a Praça Morena Bela da cidade de Serrinha, objeto de estudo deste trabalho vista sob o olhar revelador da paisagem – categoria de análise da Geografia. Este trabalho revisou a literatura acerca de paisagem e praça com a finalidade de estudar os processos sócioespaciais que resultaram na atual configuração da Praça Morena Bela, atualizando novas impressões e aprofundando uma leitura para além do que a visão pode apresentar. Dessa forma, pode-se inferir que sua paisagem é heterogênea em cores e sensações; dinâmica por ser composta de formas naturais e artificiais, imbricadas de inúmeras temporalidades e funções, resultante de inúmeros eventos e modificações por meio da técnica estando em constante modificação.

Referências

DOURADO, Lilian Aparecida Campos. A territorialidade na cidade e na praça: Em foco, a estância turística Ilha Solteira – SP. Geointeração, Três Lagoas: V. 1, n.º 1, p. 20 – 38, 2009.

FRANCO, Tarsso. Serrinha: A colonização portuguesa numa cidade do sertão da Bahia (A história do município de Serrinha). 2 ed. Salvador: EGBA / Assembléia Legislativa do Estado. 2008.

FURTADO, Emanuel António Rodrigues. O papel do espaço público na estruturação do tecido urbano: o caso de Tira Chapéu – Cidade da Praia. Monografia (Bacharelado em Arquitetura). Campus Universitário Cidade da Praia, Universidade Jean Piaget de Cabo Verde. 2008. Disponível em: Acesso em: 18 ago. 2016.

MACHADO, Robinson. Cobrir para ver. Revista discutindo geografia. São Paulo: Igor Ribeiro, 2008. 4 ed. N.º20.

MATOS, Eloina; QUEIROZ, Luciano Paganucci de. Árvores para cidades. Salvador: Ministério Público do Estado da Bahia: Solisluna, 2009. 338 p.

NOGUEIRA, Rubem. O Homem e o Muro (Memórias políticas e outras). São Paulo: Gumercindo Rocha Dorea (edições GRD). 1997. 415 p.

NUNES, Fernando de Souza. O espaço público na dinâmica da paisagem da Praça Morena Bela da cidade de Serrinha-BA. 86 p. Monografia (Licenciatura em Geografia) – Departamento de Educação Campus XI – Serrinha, Universidade do Estado da Bahia – UNEB. Serrinha: 2010.

PINHEIRO, Denyse Maria Nascimento. A praça é do povo como o céu é do condor: violações ao direito à saúde na Praça Morena Bela Serrinha-BA. P. 58. Monografia (Especialização em Direito Sanitário) – Departamento de Saúde, Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS. Feira de Santana: 1999.

SANTOS, Milton. Metamorfose do espaço habitado: fundamentos teóricos e metodológicos da Geografia. 6 ed. São Paulo: EDUSP, 2008.

SCHIER, Raul Alfredo. Trajetórias do conceito de paisagem na Geografia.
Raega, Curitiba, V. 7, 2003, p. 79-85. Disponível em:
Http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/raega/article/viewfile/3353/2689 Acesso em: 21 mai. 2018
Publicado
2018-06-02
Como Citar
NUNES, Fernando de Souza. A PRAÇA MORENA BELA NA CIDADE DE SERRINHA-BA: UMA REFLEXÃO A PARTIR DA PAISAGEM URBANA. Geopauta, [S.l.], v. 2, n. 1, p. 96-109, jun. 2018. ISSN 2594-5033. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/geo/article/view/2732>. Acesso em: 19 jun. 2018. doi: https://doi.org/10.22481/rg.v2i1.2732.
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##