JOGA PEDRA NA GENI: UMA DISCUSSÃO PARA ALÉM DOS TERRITÓRIOS URBANOS DE SOCIABILIDADES GAYS NA CIDADE DE SALVADOR-BA

  • Celio Silva Meira Universidade Católica do Salvador - UCsal
  • Lucas Aguiar Tomaz Ferreira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia -UESB

Resumo

O artigo, aqui apresentado, objetivou discutir sobre os territórios de identidades relacionados às minorias sexuais dentro dos espaços urbanos. Tomamos como referência o debate sobre território e o percurso histórico da luta pela visibilidade das manifestações de membros da comunidade de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Transgêneros, Queer e Intersexis-LGBTQI+. Fazendo uma correlação da música Geni e o Zepelim de Chico Buarque com as violências que esses sujeitos sociais sofrem, e o porquê dos mesmos procurem espaços específicos de socialização. A partir desta perspectiva, trouxemos algumas discussões do campo empírico aqui analisado, a cidade de Salvador – Bahia e seus territórios de “liberdade” para as minorias que expressam orientações sexuais diferentes do padrão heteronormativo.  

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Referências

ANGROSINO, Michael. Etnografia e observação participante. Porto Alegre: Artmed, 2009 (Coleção Pesquisa Qualitativa).
BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Trad. Renato Aguiar. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017.
COLLING, Leandro. Mais visíveis e mais heteronormativos: a performatividade de gênero das pesonagens não-heterossexuais nas telenovelas da Rede Globo. In: COLLING. Leandro e THURLER, Djalma. Estudos e políticas do CUS- Grupo de Pesquisa Cultura e sexualidade. Salvador: EDUFBA, 2013. P.87-110.
EDUARDO, Márcio Freitas. Território, trabalho e poder: por uma Geografia relacional. Campo-Território, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, p. 173-195, 2006.
FERNANDES, Bernardo Mançano. Sobre tipologias de territórios. In: SAQUET, Marcos Aurélio; SPOSITO, Eliseu Savério (Org.). Território e territorialidades: teorias, processos e conflitos. 1. ed. São Paulo; Expressão Popular, 2009. p. 197-216.
FOUCAULT, M. História da sexualidade I: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988.
HAESBAERT, Rogério. O mito da desterritórialização: do fim dos territórios à multiterritorislidade. 1. ed. Rio de Janeiro, RJ: Bertand-Brasil, 2004.
HAESBAERT, Rogério; LIMONAD, Ester. O território em tempos de Globalização. etc..., espaço, tempo e crítica, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, p. 39-52, ago. 2007.
HALL, S. Da Diáspora. Identidades e Mediações Culturais. Belo Horizonte: Editora. UFMG, 2003.
HOLANDA, Chico Buarque. Geni e o Zepelim. Álbum: Opera Do Malandro. Rio de Janeiro, 1978.
MISKOLCI, Richard. Teoria Queer: um aprendizado pelas diferenças. 2.ed.rev. e ampl. , 3ª reimp- Belo Horizonte: Autêntica Editora: UFOP, 2016. - (Série Cadernos da Diversidade; 6).
MONTENEGRO, Antonio Torres. História oral e memória: a cultura popular revisitada. São Paulo: Contexto, 2013.
MORAES, Antônio Carlos Robert de. Geografia: pequena história crítica. 16. ed. São Paulo: Hucitec, 1998.
MOTT, L. R. B. A Cena Gay em Salvador em Tempos de Aids. Salvador: Editora Grupo Gay da Bahia/Ministério da Saúde, 2000.
PRECIADO, PAUL B. Manifesto contrassexual. Tradução de Maria Paula Gurgel Ribeiro: São Paulo: n-01 edições, 2017.
RAFFESTIN, Claude. Por uma geografia do poder. São Paulo: Ática, 1993.
RATZEL, Friedrich. Ratzel. Tradução Antônio Carlos Robert de Moraes. 1. ed. São Paulo: Ática, 1990.
SÁEZ, Javier; CARRASCOSA, Sejo. Pelo cu: políticas anais (tradução de Rafael Leopoldo), Belo Horizonte, MG: Letramento, 2016.
SANTOS, Milton. O dinheiro e o território. GEOgraphia, Rio de Janeiro, ano 1. n. 1,p. 7-13, 1999.
SAQUET, Marcos Aurélio. As diferentes abordagens do território e a apreensão do movimento e da (i)materialidade. Geosul, Florianópolis, v. 22, n. 43, p. 55-76, jan./jun. 2007.
SAQUET, Marcos Aurélio. Abordagens e concepções de território. 2. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2010.
SOUZA, Marcelo Lopes de. Os conceitos fundamentais da pesquisa sócio-espacial. 1. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2013.
SOUZA, Marcelo Lopes. O território: sobre espaço e poder, autonomia e desenvolvimento. In CASTRO, Iná Elias et al. Geografia: conceitos e temas. 3. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001. p. 77-116.
SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão. Introdução. In: SAQUET, Marcos Aurélio; SPOSITO, Eliseu Savério (Org.). Território e territorialidades: teorias, processos e conflitos. 1. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2009.
VASCONCELOS, Pedro de Almeida. Salvador: transformações e permanências (1549-1999)- 2ª. Ed. rev.ampl.-Salvador: EDUFBA, 2016.
Publicado
2018-12-28
Como Citar
MEIRA, Celio Silva; FERREIRA, Lucas Aguiar Tomaz. JOGA PEDRA NA GENI: UMA DISCUSSÃO PARA ALÉM DOS TERRITÓRIOS URBANOS DE SOCIABILIDADES GAYS NA CIDADE DE SALVADOR-BA. Geopauta, [S.l.], v. 2, n. 3, p. 67-82, dez. 2018. ISSN 2594-5033. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/geo/article/view/3653>. Acesso em: 22 maio 2019. doi: https://doi.org/10.22481/rg.v2i3.3653.
Seção
Artigos