Necropolítica urbana: o plano Conquista 2040 e o arquétipo do terrorismo de Estado no Sertão da Ressaca

Resumo

Trata a necropolítica através de uma perspectiva urbana, compreendendo os discursos dos gestores municipais como mecanismos de manipulação da memória coletiva e integrantes do processo de legitimação da autoridade em um estado de exceção. Para tanto, discorre acerca de Vitória da Conquista, Bahia, questionando a ocupação colonial contemporânea a partir do Plano Conquista 2040, desenvolvido pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista em conjunto com a Fundação Escola Politécnica da Bahia e caracterizado pelo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano, Plano Diretor do Distrito Aeroportuário e Agência Reguladora Municipal. Analisa o histórico de urbanização articulando a biopolítica às projeções da identidade social, constatando a fundamentação da soberania no imaginário popular e evidenciando a política de morte enraizada nas dinâmicas do município.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Referências

AGAMBEN, G. Estado de Exceção: homo sacer II, I. 2ª ed. São Paulo: Boitempo, 2004. 143p.
BARRETO, J. Reportagem A ocupação no bairro Nova Cidade, Vitória da Conquista. 10min46s. Vitória da Conquista, 08 jun. 2018. Disponível em: Acesso em: 22 set. 2019.
DELEUZE, G. Post-Scriptum Sobre as Sociedades de Controle. In Conversações: 1972-1990. 1ª ed. Rio de Janeiro: Editora 34, p. 219-226, 1992.
FERRAZ, A. E. Q. O Urbano em Construção Vitória da Conquista: um retrato de duas décadas. Vitória da Conquista: Edições UESB, 2001. 202p.
FOUCAULT, M. Microfísica do Poder. 5ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2017. 432p.
MBEMBE, A. Necropolítica. Arte & Ensaios: Revista Do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais EBA/UFRJ, 2016, n. 32. Universidade Federal do Rio de Janeiro, p. 123-151, dez. 2016. Disponível em: Acesso em 17 abr. 2019.
OLIVEIRA, R. F. Índios Paneleiros no Planalto da Conquista: do massacre e o (quase) extermínio aos dias atuais. Dissertação de mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em História da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2012. 221p. Disponível em: . Acesso em: 25 abr. 2019.
PEREIRA, H. G. Reunião de Lançamento do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Vitória da Conquista (PDDU). Pronunciamento de Abertura. Vitória da Conquista, Universidade Federal da Bahia, Campus Anísio Teixeira, 19 fev. 2019.
PMVC. Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Lei nº 1.385/2006, de 26 de dezembro de 2006. Institui o Plano Diretor do Município de Vitória da Conquista e dá outras providências. Gabinete do Prefeito Municipal de Vitória da Conquista, Vitória da Conquista, 2006.
PMVC ,Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Lei nº 1.410/2007, de 05 de junho de 2007. Institui o Código Municipal do Meio Ambiente do Município de Vitória da Conquista. Gabinete do Prefeito Municipal de Vitória da Conquista, Vitória da Conquista, 2007.
PMVC, Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Conflitos. 10 dez. 2012. Disponível em Acesso em 15 jul. 2019.
PMVC.Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Contrato nº 019-35/2018. Plano Estratégico Vitória da Conquista 2020: Etapa I – Planos Diretores de Desenvolvimento Urbano e Agência Reguladora Municipal. Secretaria de Infraestrutura Urbana. Salvador, mai. 2018.
PMVC .Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) de Vitória da Conquista. 19 fev. 2019a. Publicidade.
PMVC.Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. PDDU. 02 ago. 2019b. Disponível em Acesso em 12 nov. 2019.
SANTOS, M. A Natureza do Espaço: Técnicas e Tempo. Razão e Emoção. 4ª ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006.
SANTOS, R. S. Cidades e muros: discurso da insegurança e do medo à produção de espaços exclusivos. Dissertação de mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Sudoeste Da Bahia, Vitória da Conquista, 2019.
VILLAÇA, F. As Ilusões do Plano Diretor. 1ª ed. São Paulo: Edição do Autor, 7 ago. 2005.
Publicado
2019-12-29
Como Citar
RODRIGUES, Fernando Tomás. Necropolítica urbana: o plano Conquista 2040 e o arquétipo do terrorismo de Estado no Sertão da Ressaca. Geopauta, [S.l.], v. 3, n. 4, p. 65-76, dez. 2019. ISSN 2594-5033. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/geo/article/view/5822>. Acesso em: 05 abr. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/rg.v3i4.5822.
Seção
Artigos