Nas teias da administração colonial: os governadores na Capitania de Goiás (1749-1822)

  • Alan Ricardo Duarte Pereira Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Cristina de Cássia Pereira Moraes Universidade Federal de Goiás (UFG)

Resumo

O interesse pelo estudo dos governadores ganhou destaque nos últimos anos. Embora tenha sido um tema citado em muitos trabalhos sobre o dito “Brasil Colonial” produzidos entre a década de 1970 e 1980, pouco se aprofundou ou discutiu a figura dos governadores, especialmente no que se refere às suas funções, origens sociais, trajetórias no ultramar, alianças e vínculos políticos. Nesse contexto, a historiografia sobre os governadores na Capitania de Goiás foi alvo de atenção de alguns estudiosos. Busca-se, aqui, analisar tais trabalhos e compreender a historiografia sobre os governadores numa região ultramarina.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Professor da Rede Municipal de Ensino de Goiania. Doutor em História pela Universidade Federal de Goiás (UFG).

##submission.authorWithAffiliation##

Professora Associada da Universidade Federal de Goiás (UFG). Doutorado em História das Ideias pela Universidade Nova de Lisboa. Pós-doutorado pela Universidade de La Rochelle, França.

Publicado
2020-07-16
Como Citar
PEREIRA, Alan Ricardo Duarte; MORAES, Cristina de Cássia Pereira. Nas teias da administração colonial: os governadores na Capitania de Goiás (1749-1822). Politeia - História e Sociedade, [S.l.], v. 19, n. 1, p. 117-132, jul. 2020. ISSN 2236-8094. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/politeia/article/view/6685>. Acesso em: 09 ago. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/politeia.v19i1.6685.