FORMAÇÃO ACADÊMICA E INFLUÊNCIA DOS PROFESSORES NOS PROJETOS PROFISSIONAIS DE UNIVERSITÁRIOS

  • Elzenita Falcão de Abreu Universidade Federal do Vale do São Francisco – Brasil
  • Heloisa Moulin de Alencar Universidade Federal do Espírito Santo – Brasil
  • Leandra Lúcia Moraes Couto Universidade Federal do Espírito Santo – Brasil

Resumo

Buscamos conhecer, sob a perspectiva de estudantes universitários, os pontos positivos e negativos da formação acadêmica e discutir, nas perspectivas da moral e da ética, sobre a influência dos professores nos projetos profissionais dos estudantes. Entrevistamos, utilizando o método clínico de Piaget, 51 universitários da área da saúde da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), campus Petrolina. De forma geral, os participantes identificam mais pontos positivos do
que pontos negativos na formação acadêmica. Além disso, constatamos que aspectos relacionados aos
professores, ao relacionamento entre os alunos, à cultura da universidade, dentre outros, são identificados tanto como ponto positivo como ponto negativo. A maioria dos participantes considera que os professores influenciam seus projetos de vida profissional, e de forma positiva. No entanto, embora em baixa frequência, é importante considerar as respostas dos participantes que afirmam que seus projetos não são influenciados pelos professores e, principalmente, aquela que sinaliza que os professores influenciam de maneira negativa. Esperamos que os dados encontrados em nossa pesquisa instiguem trabalhos de intervenção no contexto universitário, proporcionando reflexões a respeito dos princípios que devem nortear um ensino comprometido com a ética e a transformação social.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Docente do Colegiado de Psicologia (CPSI) da Universidade Federal do Vale do São Francisco
(UNIVASF). Membro do Laboratório de Psicologia da Moralidade da UFES (LAPSIM/UFES).

##submission.authorWithAffiliation##

Pós-Doutora pela University of California, Berkeley. Doutora em Psicologia pela
Universidade de São Paulo. Professora Titular do departamento de Psicologia Social e do Desenvolvimento e do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Coordenadora do Laboratório de Psicologia da Moralidade (LAPSIM) da UFES. Bolsista Pesquisadora Capixaba da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (FAPES).

##submission.authorWithAffiliation##

Doutoranda em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGP) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Bolsista de doutorado da FAPES. Membro do Laboratório de Psicologia da Moralidade da UFES (LAPSIM/UFES).

Publicado
2019-01-17
Como Citar
DE ABREU, Elzenita Falcão; DE ALENCAR, Heloisa Moulin; COUTO, Leandra Lúcia Moraes. FORMAÇÃO ACADÊMICA E INFLUÊNCIA DOS PROFESSORES NOS PROJETOS PROFISSIONAIS DE UNIVERSITÁRIOS. Práxis Educacional, [S.l.], v. 15, n. 31, p. 430-451, jan. 2019. ISSN 2178-2679. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/4681>. Acesso em: 23 abr. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/praxis.v15i31.4681.