ESTADO, POLÍTICAS EDUCACIONAIS E TECNOLOGIAS FRENTE ÀS DEMANDAS DO CAPITALISMO CONTEMPORÂNEO

  • Maria Sueli Corrêa dos Prazeres Universidade Federal do Pará – Brasil
  • Ilda Gonçalves Batista Universidade Federal do Pará – Brasil

Resumo

O presente artigo objetiva analisar o Estado e sua articulação na formulação das políticas educacionais voltadas a inserção das tecnologias digitais na educação. Faz-se um convite à reflexão, no sentido de promover, a compreensão de como o capital age, junto ao Estado, no processo de modelamento das políticas educacionais aos ideais econômicos e suas demandas a conjuntura educacional em face às intencionalidades de reestruturação econômico-produtiva. Adota-se uma análise crítica da tecnologia, considerada a partir do contexto histórico vivido e no conjunto da realidade social no qual é projetada, com o intuito de problematizar sua relação direta com a produção capitalista. Reflete-se sobre a trama de consolidação das TICs na educação demonstrando que a política de inclusão digital apresenta-se como um projeto capitalista de ajuste do Estado brasileiro às pressões políticas dos países hegemônicos para o qual as novas tecnologias atuam em benefício e para promoção do capital, numa busca incessante por novas formas de se solidificar economicamente.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Docente do Programa de Pós-graduação em Educação e Cultura, da Universidade Federal do Pará (UFPA). Membro associado da Red Latinoamericana de Estudios Epistemológicos en Política Educativa (ReLePe).

##submission.authorWithAffiliation##

Mestre em Educação e Cultura pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Professora da Rede Municipal de Parauapebas. Membro associado no Grupo de Pesquisa Trabalho, Tecnologia e Educação do Campo.

Publicado
2019-05-10
Como Citar
CORRÊA DOS PRAZERES, Maria Sueli; BATISTA, Ilda Gonçalves. ESTADO, POLÍTICAS EDUCACIONAIS E TECNOLOGIAS FRENTE ÀS DEMANDAS DO CAPITALISMO CONTEMPORÂNEO. Práxis Educacional, [S.l.], v. 15, n. 32, p. 378-391, maio 2019. ISSN 2178-2679. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/5060>. Acesso em: 17 jun. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/praxis.v15i32.5060.