LETRAMENTO CRÍTICO: O GÊNERO RAP EM UM PROCESSO DE ESCOLARIZAÇÃO

Resumo





Neste artigo relatamos o processo de letramento profissional crítico dentro de uma experiência exitosa realizada via Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Licenciatura em Letras. As atividades de ensino-aprendizagem são desenvolvidas sob sustentação da concepção interacional-dialógica de língua-linguagem em que os gêneros discursivos são basilares para a reflexão e compreensão dos papéis sociais dentro da sociedade organizada. A perspectiva de ação-docente com vistas para o letramento crítico é desenvolvida com base na reflexão-elaboração-execução-reflexão cujo desenrolar assim ocorre: seleção da sustentação teórica para os princípios pedagógicos, elaboração do projeto de ensino, práticas de ensino-aprendizagem, reflexões do processo de letramento profissional docente. A base metodológica para as análises semióticas dos relatos docentes tem cunho qualitativo numa perspectiva etnográfica.





DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Linguística Aplicada pela Universidade de Aveiro, Portugal. Atualmente é professora na Universidade Federal do Pará (UFPA), Brasil, Instituto de Letras e Comunicação; Faculdade de Letras (FALE). Atua na área de ensino-aprendizagem de línguas. Coordena o Grupo de Pesquisa Letramentos, Identidades e Diversidades.

Publicado
2019-10-01
Como Citar
OLIVEIRA, Célia Zeri de. LETRAMENTO CRÍTICO: O GÊNERO RAP EM UM PROCESSO DE ESCOLARIZAÇÃO. Práxis Educacional, [S.l.], v. 15, n. 35, p. 96-109, out. 2019. ISSN 2178-2679. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/5664>. Acesso em: 15 dez. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/praxisedu.v15i35.5664.