EM BUSCA DO CONSENSO: “NOVO ENSINO MÉDIO”, INTELECTUAIS ORGÂNICOS E HEGEMONIA

Resumo





Neste trabalho, analisamos, apoiado no conceito de hegemonia de Antonio Gramsci, as estratégias utilizadas por frações da classe dominante para obter o consentimento social sobre a reforma do ensino médio (Lei no 13.415/2017), no momento anterior à publicação da Medida Provisória no 746/2016 e no contexto do movimento de ocupações escolares. Para tanto, foi realizada pesquisa em periódicos eletrônicos tendo por propósito mapear o processo de construção da reforma, bem como levantamento das campanhas publicitárias transmitidas em rede nacional pelas principais emissoras de televisão. Foi possível mostrar que o processo de imposição da reforma passou por momentos tanto de coerção, quanto de consenso: o fomento da ideia de crise educacional, de maneira organizada pela mídia hegemônica, foi ao encontro da reforma, contribuindo para criar consenso ativo e/ou passivo das massas às mudanças impostas; enquanto a repressão estatal foi dirigida aos grupos que não consentiram, particularmente ao movimento secundarista estudantil.





DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestrando em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e licenciado em História pela mesma Universidade. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Brasil (HISTEDBR/Campo Grande – MS).

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Educação pela Universidade de Campinas (UNICAMP) e Pós-Doutora em História da Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professora Titular da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), atuando no Curso de Ciências Sociais e Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMS. Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Brasil (HISTEDBR/Campo Grande – MS).

Publicado
2019-10-01
Como Citar
BEZERRA, Vinícius de Oliveira; DE BRITO, Silvia Helena Andrade. EM BUSCA DO CONSENSO: “NOVO ENSINO MÉDIO”, INTELECTUAIS ORGÂNICOS E HEGEMONIA. Práxis Educacional, [S.l.], v. 15, n. 35, p. 310-328, out. 2019. ISSN 2178-2679. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/5684>. Acesso em: 15 dez. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/praxisedu.v15i35.5684.