DE REGRAS E SENTIMENTOS: DISCURSOS CIVILIZATÓRIOS NA SÉRIE DE LEITURA PEDRINHO E NA REVISTA PAIS & FILHOS

Resumo





O presente artigo tem por objetivo analisar as permanências e descontinuidades dos discursos civilizatórios veiculados em impressos educacionais que procuraram regrar aspectos da saúde física e moral na segunda metade do século XX. Com este intento, estabeleceram-se como fontes de investigação a Série de Leitura Graduada Pedrinho, de Lourenço Filho, que circulou na escola pública primária em todo o Brasil, nas décadas de 1950/1960, e a revista mensal Pais & Filhos, especificamente uma amostra de edições dos anos de 1960 a 1980. Pautadas nas discussões sobre o processo civilizatório empreendidas por Norbert Elias, convém registrar que no período posterior à Segunda Guerra Mundial, ocorreu a reinvenção de formas de convivência, do sentimento de pertença e de distinção social. Nesse contexto, a produção e a circulação de impressos que divulgavam enunciados de cunho civilizatório, nos mais variados suportes materiais e textuais, configuravam “dispositivos discursivos e institucionais que, em uma dada sociedade, visam a disciplinar o corpo e as práticas e modelar os comportamentos e os pensamentos” (CHARTIER, 2003, p. 155). As publicações examinadas circularam tanto na instituição escolar, em uma perspectiva de educação escolarizada, como fora dela (entre pais e mães) e contribuíam para, via leitura, internalizar hábitos, condutas, valores que foram produtores de regras sobre práticas de saúde e orientações para uma perfeita conduta pessoal, moral e social.





DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Professora de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Colégio Pedro II/RJ – área Educação Infantil. Membro integrante do Grupo de Pesquisa Infância, Juventude, Leitura, Escrita e Educação – GRUPEEL (UERJ/CNPQ).

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Professora no Departamento de História da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), na área de Patrimônio Cultural, e nos programas de pós-graduação em Educação e História. Bolsista produtividade em pesquisa do CNPq. Pesquisadora dos grupos de pesquisa Ensino de História, memória e cultura (UDESC) e TRANSFOPRESS Brasil - Grupo de Estudos da Imprensa em Língua Estrangeira no Brasil.

Publicado
2020-01-01
Como Citar
DOS SANTOS, Liana Pereira Borba; CUNHA, Maria Teresa Santos. DE REGRAS E SENTIMENTOS: DISCURSOS CIVILIZATÓRIOS NA SÉRIE DE LEITURA PEDRINHO E NA REVISTA PAIS & FILHOS. Práxis Educacional, [S.l.], v. 16, n. 38, p. 159-180, jan. 2020. ISSN 2178-2679. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/5994>. Acesso em: 27 fev. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i38.5994.