O LUGAR E O ESTATUTO DA CRIANÇA ATRAVÉS DO PERIÓDICO “CADERNOS DE EDUCAÇÃO DE INFÂNCIA”

Resumo





Neste artigo propomo-nos discutir o lugar da criança e do seu estatuto no quadro da pedagogia hodierna da infância, através de uma abordagem metodológica de inspiração sociohistórica com recurso a técnicas de análise de conteúdo dos discursos pedagógicos de um conjunto de personalidades entrevistadas no periódico Cadernos de Educação de Infância, que incluímos na imprensa pedagógica portuguesa e que, no caso, é da responsabilidade da única Associação de Profissionais de Educação de Infância em Portugal (APEI). O periódico tem publicação trimestral desde 1983 e é atualmente a única publicação portuguesa especificamente sobre educação de infância e sobre os seus profissionais, assumindo-se como um espaço de reflexão, de partilha, de análise e de investigação sobre uma educação de qualidade. Do vasto espólio de entrevistas publicadas selecionámos para análise oito entrevistas de personalidades portuguesas e de uma brasileira que encontrámos numa revisitação aos números da publicação nos anos de 1996, ano que antecede a publicação das primeiras Orientações Curriculares para a Educação Pré-escolar (OCEPE) em Portugal, de 1997, ano em que para além dessa publicação é também promulgada a primeira Lei-Quadro para a Educação Pré-escolar em Portugal e do ano de 1998, ano sequente a estas publicações de referência. Através das vozes dos entrevistados tentamos: (i) identificar e compreender que discursos foram produzidos sobre o lugar e o estatuto da criança na pedagogia da infância; (ii) e refletir sobre a criança nos ideários pedagógicos em Portugal no período temporal identificado.





DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Professor adjunto da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Portalegre e é Investigador integrado do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra (Ceis20) no Grupo de Políticas e Organizações Educativas e Dinâmicas Educacionais (GRUPOEDE). É pós-doutorado em Educação pela Universidade de Salamanca e pela Universidade de Coimbra. É doutor pela Universidade de Coimbra.

##submission.authorWithAffiliation##

Professora adjunta da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) e é investigadora do VALORIZA-IPP (Centro de Investigação para a Valorização de Recursos Endógenos). É pós-doutorada em Educação pela Universidade de Salamanca, Espanha, e doutora em Ciências da Educação pela Universidade de Aveiro, Portugal.

Referências

ADÃO, Áurea. A Educação nos artigos de jornal durante o Estado Novo (1945-1969): um repertório cronológico, temático e onomástico. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2012.

CARDONA, Maria. João. Educação de Infância. Formação e desenvolvimento profissional. Chamusca: Edições Cosmos, 2006.

FERREIRA, António Gomes; MOTA, Luís. Educação de infância e política educativa em Portugal no último cartel do século XX. Educação e Democracia. Estudos do século XX, n.º 14, p. 33-50, 2014.

FORMOSINHO, João; MONGE, Graciete; OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia. Transição entre ciclos educativos: uma investigação praxeológica. Porto: Porto Editora, 2016.

HENRIQUES, Henriques; MARCHÃO, Amélia. Educação para a igualdade de género: leituras a partir da realidade de cinco jardins de infância do distrito de Portalegre, Portugal. Foro de Educación, 14(20). doi: http://dx.doi.org/10.14516/fde.2016.014.020.017, pp. 339-360, 2016.

HERNÁNDEZ DÍAZ, José María. Prensa Pedagógica y Património Historico Educativo. Salamanca: Ed. Universidad de Salamanca, 2013.

HERNÁNDEZ DÍAZ, José María. Prensa Pedagógica, mujeres, niños, sectores populares y otros fines educativos. Salamanca: Ediciones Universidad Salamanca, 2018.

HERNÁNDEZ DÍAZ, José María. La Prensa Pedagógica de los Profesores. Salamanca: Ediciones Universidad Salamanca, 2018a.

MARCHÃO, Amélia; HENRIQUES, Helder; HERNÁNDEZ DÍAS, José María. Educação Pré-escolar em Portugal: um olhar através do peródico "Escola Democrática" (1975-1989). In: HERNÁNDEZ DÍAS, José María (Ed.). Prensa Pedagógica, mujeres, niños, sectores populares y otros fines educativos. Salamanca: Ediciones Universidad Salamanca, p. 603-612, 2018.

MARCHÃO, Amélia. No jardim de infância e na escola do 1.º ciclo do ensino básico. Gerir o currículo e criar oportunidades para construir o pensamento crítico. Lisboa: Edições Colibri, 2012.

NÓVOA, António (Dir.). A Imprensa de Educação e Ensino. Repertório Analítico (séculos XIX e XX). Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, 1993.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia. Pedagogia(s) da infância: reconstruindo uma praxis de participação. Em Oliveira-Formosinho; J. T. Kishimoto; M. Pinazza, Pedagogia(s) da Infância. Dialogando com o passado. Construindo o futuro. São Paulo: Artmed, p. 13-36, 2007.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia; FORMOSINHO, João. Pedagogia-em-Participação: a perspetiva educativa da Associação Criança. Porto: Porto Editora, 2013.

ROCHA, Juliana; FELGUEIRAS, Margarida. O movimento associativo normalista do Porto na Repúblic. In: HERNÁNDEZ DÍAS, José María (Ed.). Prensa Pedagógica, mujeres, niños, sectores populares y otros fines educativos. Salamanca: Ediciones Universidad Salamanca, p. 249-271, 2018.

SILVA, Carlos Manique. Publicações Periódicas do Ministério da Educação. Repertório Analítico (1861-2009). Porto: Universidade do Porto. Faculdade de Letras. Biblioteca Digital, 2010. Disponível em http://repositorio.ul.pt/handle/10451/6479. Acesso em: 10 dez.

SILVA, Isabel (Coord.); MARQUES, Liliana; MATA, Lurdes; ROSA, Manuela. Orientações curriculares para a Educação Pré-escolar. Lisboa: Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação (DGE), 2016.

Imprensa pedagógica – espólio em análise

CEI. Entrevista. Uma entrevista com Rui Canário, conduzida por Teresa Ferrão e Helena Mota. Cadernos de Educação de Infância, n.º 38, p. 4-11, 1996.

CEI. Entrevista. Teresa Vasconcelos, entrevista conduzida por Assunção Folque, Conceição Maya, Helena Mota e Teresa Ferrão. Cadernos de Educação de Infância, n.º 39, p. 24-32, 1996.

CEI. Entrevista. Jorge Listopad. Entrevista conduzida por Helena Martinho e Helena Mota. Cadernos de Educação de Infância, n.º 40, p. 4-8, 1996.

CEI. Entrevista. “Nós somos seres da briga” – Entrevista com o pedagogo brasileiro Paulo Freire. José Pedro Serafim. Cadernos de Educação de Infância, n.º 42, p. 4-8, 1997.

CEI. Entrevista Maria da Conceição Moita. Entrevista conduzida por Joana Campos. Cadernos de Educação de Infância, n.º 43, p. 4-9, 1997.

CEI. Entrevista. João Brites. Entrevista conduzida por Clara Amaro e Joana Campos. Cadernos de Educação de Infância, n.º 45, p. 4-6, 1998.

CEI. Entrevista. João Barrosos. Entrevista conduzida por Maria Filomena Santos e Teresa Ferrão. Cadernos de Educação de Infância, n.º 46, p. 4-11, 1998.

CEI. Entrevista. Ministro da Educação Marçal Grilo. Entrevista conduzida por Filomena Santos, Henrique Santos, Teresa Ferrão. Cadernos de Educação de Infância, n.º 47, p. 4-10, 1998.

CEI. Entrevista. Maria Joaquina Madeira, Directora Geral da Acção Social do Ministério do Trabalho e Solidariedade. Cadernos de Educação de Infância, n.º 48, p. 4-10, 1998.
Publicado
2020-01-01
Como Citar
HENRIQUES, Helder; MARCHÃO, Amélia. O LUGAR E O ESTATUTO DA CRIANÇA ATRAVÉS DO PERIÓDICO “CADERNOS DE EDUCAÇÃO DE INFÂNCIA”. Práxis Educacional, [S.l.], v. 16, n. 38, p. 243-264, jan. 2020. ISSN 2178-2679. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/5999>. Acesso em: 06 jun. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i38.5999.