SABERES EXPERIENCIAIS: REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA PEDAGÓGICA NO ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA

Resumo





Esta investigação tem como objetivo analisar as pesquisas acadêmicas brasileiras sobre saberes experienciais relacionadas ao ensino de Ciências e Biologia, apresentadas sob a forma de teses e dissertações, entre os anos de 2005 e 2012. O estudo é de natureza qualitativa e o corpus de análise foi composto por trinta produções acadêmicas, 27 dissertações e três teses. Para a análise das informações presentes nesses documentos, empregamos a técnica de Análise de Conteúdo Temática. Os resultados desta pesquisa apontam para a versatilidade dos saberes experienciais e suas diferentes formas de manifestação. Além disso, verificamos que o saber experiencial, por ser um saber prático e sobre a prática, contribui para o “ser professor” e auxilia, de diversos modos, na execução da prática pedagógica.





DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

Venâncio Bonfim-Silva

Mestrado em Educação, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB); Secretaria Estadual de Educação do Estado da Bahia - Brasil; Programa de Pós-Graduação em Educação; Grupo de Pesquisa Currículo e Formação Docente.

##submission.authorWithAffiliation##

Doutor em Educação, Universidade Federal Fluminense (UFF); Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) - Brasil; Programa de Pós-Graduação em Educação; Grupo de Pesquisa Currículo e Formação Docente.

Publicado
2020-01-01
Como Citar
BONFIM-SILVA, Venâncio; CARMO, Edinaldo Medeiros. SABERES EXPERIENCIAIS: REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA PEDAGÓGICA NO ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA. Práxis Educacional, [S.l.], v. 16, n. 38, p. 421-440, jan. 2020. ISSN 2178-2679. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/6018>. Acesso em: 27 fev. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i38.6018.