SABERES EXPERIENCIAIS: REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA PEDAGÓGICA NO ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA

Resumo





Esta investigação tem como objetivo analisar as pesquisas acadêmicas brasileiras sobre saberes experienciais relacionadas ao ensino de Ciências e Biologia, apresentadas sob a forma de teses e dissertações, entre os anos de 2005 e 2012. O estudo é de natureza qualitativa e o corpus de análise foi composto por trinta produções acadêmicas, 27 dissertações e três teses. Para a análise das informações presentes nesses documentos, empregamos a técnica de Análise de Conteúdo Temática. Os resultados desta pesquisa apontam para a versatilidade dos saberes experienciais e suas diferentes formas de manifestação. Além disso, verificamos que o saber experiencial, por ser um saber prático e sobre a prática, contribui para o “ser professor” e auxilia, de diversos modos, na execução da prática pedagógica.





DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

Venâncio Bonfim-Silva

Mestrado em Educação, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB); Secretaria Estadual de Educação do Estado da Bahia - Brasil; Programa de Pós-Graduação em Educação; Grupo de Pesquisa Currículo e Formação Docente.

##submission.authorWithAffiliation##

Doutor em Educação, Universidade Federal Fluminense (UFF); Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) - Brasil; Programa de Pós-Graduação em Educação; Grupo de Pesquisa Currículo e Formação Docente.

Referências

BRAGA, André. Os saberes de professores que ensinam Ciências nas séries iniciais: um estudo de caso. 146 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, São Carlos, 2005. Orientadora: Profa. Dra. Cármen Lúcia Brancaglion Passos. [D. 01].

ANDRADE, Maria da Conceição Moreno de. Saberes disciplinares e experiências articuladas em aulas de Biologia. 101 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências). Universidade Federal Rural de Pernambuco, Pernambuco, Recife, 2007. Orientadora: Profa. Dra. Rosane Maria Alencar da Silva. [D. 07].

MELO, Luiz Arlindo Ramos de. A prática pedagógica e a construção de saberes do biólogo no ensino de Física em Ciências na 8ª série. 112 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática). Universidade Federal do Pará, Pará, Belém, 2007. Orientadora: Profa. Dra. Maria de Fátima Vilhena da Silva. [D. 09].

RODRIGUES, Maria de Lourdes Bandeira. A prática pedagógica dos professores de Ciências Naturais de 5ª a 8ª série do ensino fundamental: discutindo os saberes docentes. 191 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Piauí, Piauí, Terezinha, 2007. Orientador: José Augusto de Carvalho Mendes Sobrinho. [D. 10].

MASINI, Elís Regina. Saberes docentes do Ensino Superior: desvelando saberes analisando o contexto. 93 f. Dissertação (Mestrado em Educação para a Ciência e o Ensino de Matemática). Universidade Estadual de Maringá, Paraná, Maringá, 2009. Orientadora: Ana Lúcia Olivo Rosas Moreira. [D. 13].

SOARES, Antonina Mendes Feitosa. Ação docente em Ciências Naturais: discutindo a mobilização dos saberes experienciais. 227 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Piauí, Piauí, Teresina, 2010. Orientador: José Augusto de Carvalho Mendes Sobrinho. [D. 17].

CARDOSO, Nilson de Souza. Como ensinam os professores de Ciências Biológicas? Um estudo sobre a relação pesquisa e ensino na prática docente. 109 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Estadual do Ceará, Ceará, Fortaleza, 2011. Orientadora: Isabel Maria Sabino de Farias. [D. 18].

FINCO-MAIDAME, Gabriela. Saberes docentes na interface Biologia/Geociências: contribuições de uma professora em formação continuada. 163 f. Dissertação (Mestrado em Ensino e História de Ciências da Terra). Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, Campinas, 2011. Orientador: Henrique César da Silva. [D. 19].

PAREDES, Giuliana Gionna Olivi. Um estudo sobre o PIBID: saberes em construção na formação de professores de ciências. 171 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e em Matemática). Universidade Federal do Paraná, Paraná, Curitiba, 2012. Orientador: Orliney M. Guimarães. [D. 24].

TAKAHASHI, Bruno Tadashi. Trabalho colaborativo entre universidade e escola: proporcionando a formação continuada através da história da Biologia. 100 f. Dissertação (Mestrado em Educação para a Ciência). Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”, São Paulo, Bauru, 2012. Orientador: Fernando Bastos. [D. 27].

OLIVEIRA, Rosemary Rodrigues de. O ensino de Ciências nas séries iniciais do ensino fundamental: compreendendo discursos de professoras-alunas do curso pedagogia-cidadã. 150 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências). Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”, São Paulo, Bauru, 2007. Orientador: Renato Eugênio da Silva Diniz. [T. 01].

AMADO, João; COSTA, António Pedro; CRUSOÉ, Nilma. A técnica de Análise de Conteúdo. In: AMADO, João. (Coord.). Manual de Investigação Qualitativa em Educação. 2. ed. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2013, p. 301-351.

AZZI, Sandra. Trabalho docente: autonomia didática e construção do saber pedagógico. In: PIMENTA, Selma Garrido. (Org). Saberes pedagógicos e atividade docente. 4 ed. São Paulo: Cortez Editora, 2005, p.35-60.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. 6. ed. Lisboa: Ed. 70, 2011, 223p.

CARMO, Edinaldo Medeiros; SELLES, Sandra Escovedo. As práticas como objeto de análise dos saberes docentes e a produção do conhecimento escolar: combinando ‘modos de fazer’ no ensino de Biologia. In: Congreso Internacional sobre investigación en didáctica de las Ciencias, 9., 2013, Girona, Comunicación... Girona, 2013, p. 2251-2254. Disponível em: . Acesso em: 25 de Mai. 2019.


______. Experiências formativas na escola e visões de docência de licenciandos de Ciências Biológicas. Práxis Educacional, Vitória da Conquista: Ediuesb, v.11, n. 19, p. 231-246, 2015. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2019.

GAUTHIER, Clermont. et al. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. 3. ed. Ijuí: Unijuí, 2013, 480p.

GHEDIN, Evandro. Professor reflexivo: da alienação da técnica à autonomia da crítica. In: PIMENTA, Selma Garrido; GHEDIN, Evandro (Org.). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2006, p. 129-150.

JACOBUCCI, Daniela Franco Carvalho. Contribuições dos espaços não-formais de educação para a formação da cultura científica. Em Extensão, Uberlândia, v.7, p.55- 66, 2008. Disponível em: . Acesso em 24 mai. 2019.

MOTA, Ednacelí Abreu Damasceno; PRADO, Guilherme do Val Toledo; PINA, Tamara Abrão. Buscando possíveis sentidos de saber e conhecimento na docência. Cadernos de Educação, n.30, p. 109-134, jan./jun. 2008. Disponível em: . Acesso em 10 jan. 2017.

NUNES, Célia Maria Fernandes. Saberes docentes e formação de professores: um breve panorama da pesquisa brasileira. Educação e Sociedade, ano 22, n.74, p. 27-42, abr. 2001. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2015.

SANTOS, José Jackson Reis dos. Sobre saberes construídos com base nas práticas pedagógicas: reflexões introdutórias. In: RAMALHO, Betania Leite; CRUSOÉ, Nilma; NUNES, Claudio Pinto (Org.). Formação para docência profissional: saberes e práticas pedagógicas. 1. ed. Brasília: Liber Livro, 2014, p.87-100.

SCHMIDT, Leide Mara; RIBAS, Mariná Holzmann; CARVALHO, Marlene Araújo de. A prática pedagógica como fonte de conhecimento. In: ALONSO, Myrtes (Org.). O trabalho docente: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003, p. 19-36.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, Selma Garrido. (Org). Saberes pedagógicos e atividade docente. 4. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2005, p.15-34.

SHULMAN, Lee. Those who understand: the knowledge growths in teaching. Educational Reseacher, v.15, n.2, p.4-14, fev. 1986. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2015.

______. Knowledge and teaching: foundation of a new Reform. Harvard Educational Review, v.57, n.1, p.1-23, abr. 1987. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2015.

SILVA, Lidiane Rodrigues Campêlo da. et al. Pesquisa documental: alternativa investigativa na formação docente. In: IX CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO – IX EDUCERE – III ENCONTRO SUL BRASILEIRO DE PSICOPEDAGOGIA – III ESBP, 2009, Curitiba. Anais do IX EDUCERE – III ESBP. Curitiba: Champagnat, 2009, p. 4554-4566. Disponível em: . Acesso em: 10. jan. 2017.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014. 325p.

THERRIEN, Jacques. Saber da experiência, identidade e competência profissional: como os docentes produzem sua profissão. Contexto e Educação, v.12, n.48, p.7-36, 1997. Disponível em:
. Acesso em: 20 ago. 2016.
Publicado
2020-01-01
Como Citar
BONFIM-SILVA, Venâncio; CARMO, Edinaldo Medeiros. SABERES EXPERIENCIAIS: REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA PEDAGÓGICA NO ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA. Práxis Educacional, [S.l.], v. 16, n. 38, p. 421-440, jan. 2020. ISSN 2178-2679. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/6018>. Acesso em: 06 jun. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i38.6018.