CRUZAMENTOS E DISSOCIAÇÕES ENTRE A EDUCAÇÃO RURAL E A EDUCAÇÃO DO CAMPO: UM ESTUDO DA COLEÇÃO DIDÁTICA “CAMPO ABERTO”

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i42.6279

Palavras-chave:

Educação rural, Educação do campo, Livro didático

Resumo

O presente estudo tem como objetivo analisar os principais cruzamentos e dissociações entre a educação do campo e a educação rural, com vistas a problematizar um possível processo histórico de modificação da educação rural para a educação do campo, a partir do estudo dos livros didáticos do 1°, 2° e 3° anos do ensino fundamental da coleção “Campo Aberto”, instituído pelo Plano Nacional do Livro Didático do Campo (PNLD Campo), em 2016. Para tanto, a pesquisa pauta-se teoricamente nas reflexões de Arroyo, Caldart e Molina (2011), Freitas (2012), Calazans, Castro e Silva (1981), Leite (2002) e Rodrigues (2009), dentre outros. Do ponto de vista metodológico, trata-se de um estudo descritivo-interpretativo de natureza documental, haja vista a análise dos livros didáticos, os quais são documentos que ainda não passaram por um crivo analítico. A análise aponta que os cruzamentos repousam em determinados tratamentos ofertados pelos livros da coleção didática que desconsideram as particularidades dos sujeitos do campo. Já as dissociações ocorrem quando se reconhecem as expressões culturais e a identidade dos povos campesinos como aspectos relevantes na consecução de uma educação do campo em sua integridade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Vieira da Silva, UFERSA

Doutor em Linguística pela Universidade Federal da Paraíba. Docente da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

Willia Barbosa de Menezes, Universidade Federal Rural do Semi-Árido – Brasil

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino (POSENSINO)  da associação entre a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). 

Simone Maria da Rocha, Universidade Federal Rural do Semi-Árido – Brasil

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Docente da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

Referências

ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART, Roseli Salete; MOLINA, Mônica Castagna. Por uma educação do campo. Petrópolis/RJ: Editora Vozes, 2011.

AZEVEDO, M.A.; QUEIROZ, M.A. Políticas de educação (a partir dos anos 1990) e trabalho docente em escolas do campo multisseriada: experiências em município do Rio Grande do Norte. In: ROCHA, M.I.A.; HAGE, S.M. Escola de direito: reinventando a escola multisseriada. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010, p. 61-72.

BATISTA, A. A. G. Recomendações para uma política pública dos livros didáticos. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria da Educação Fundamental, 2001.

BRASIL. [Constituição (1998)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>. Acesso em: 20 maio. 2019.

BRASIL. Lei n° 9.394 de 20 de Dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/l9394.htm. Acesso em: 23 jun.2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica. (Consulta referente às orientações para o atendimento da educação do campo). Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013, p. 295.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Programa Escola Ativa - Orientações Pedagógicas para a formação de educadoras e educadores. Brasília: SECAD/MEC, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (segunda versão). Ministério da Educação, Brasília, DF: MEC, 2016. Disponível em: <http://estaticog1.globo.com/2016/05/03/MEC_BNCC_versao2_abr2016.pdf?_ga=2.163352309.858728405.1579792206-283318851.1553692197>. Acesso em: 23 jan. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Plano Nacional de Educação. Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino (MEC/ SASE), Brasília, DF. 2014. Disponível em: <http://pne.mec.gov.br/images/pdf/pne_conhecendo_20_metas.pdf>. Acesso em 26 jan.2020.

BRASIL, Resolução n°40, de 26 de julho de 2011. Dispõe sobre o Programa Nacional do Livro Didático do campo (PNLD Campo) para as escolas do campo. Brasília, DF. 2011. Disponível em: https://www.fnde.gov.br/acesso-ainformacao/institucional/legislacao/item/3463-resolu%C3%A7%C3%A3o-cd-fnde-n%C2%BA-40-de-26-de-julho-de-2011. Acesso em 05 fev. 2020.

BUNZEN, Clécio. O tratamento da diversidade textual nos livros didáticos de português: como fica a questão dos gêneros? In: SANTOS, Carmi Ferraz; MENDONÇA, Márcia; CAVALCANTI, Marianne C. B. Diversidade textual: os gêneros na sala de aula. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

CALAZANS, M.J.C.; CASTRO, L.F. M.; SILVA, H. R. S. Questões e contradições da educação rural no Brasil. IN: WERTHEIN, Jorge. BORDENAVE, Juan Diaz. Educação rural no Terceiro Mundo: experiências e novas alternativas. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1981.

FERNANDES, Bernardo Mançano; CERIOLI, Paulo Ricardo; CALDART, Roseli Salete. Primeira Conferência Nacional Por uma Educação do Campo. In: ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART, Roseli Salete; MOLINA, Mônica Castagna (Org.). Por uma educação do campo. Petrópolis/RJ: Editora Vozes, 2011,19-63.

FONSECA, Rosa Maria; MOURÃO, Rachel Botelho. A educação do campo: uma realidade constituída historicamente. IN: GHEDIN, Evandro. Educação do campo: epistemologia e práticas. São Paulo: Cortez, 2012, p. 287-292.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2017.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 20º. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

GONÇALVES, Rita Cássia; GERMINARI, Geyso Dongley. Livro didático do PNLD Campo: considerações sobre ensino de História em escolas localizadas no campo, História & Ensino, Londrina, v. 25, n.1, p. 97-118, jan./jun. 2019. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/histensino/article/view/34812>. Acesso em: 14 fev. 2020.

HOOKS, bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática de liberdade. Trad. Marcelo Brandão Cipolla. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2013.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. São Paulo: Cortez, 1994.

LEITE, Sérgio Celani. Escola rural: urbanização e políticas educacionais. 2 ed. São Paulo: Cortez, 2002. (Coleção Questões da Nossa Época, v.70).

LUKDE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo, Editora Pedagógica Universitária, 1986.

MOLINA, Mônica Castagna; FREITAS, Helana Célia de Abreu. Avanços e desafios na construção da Educação do Campo. Em Aberto, Brasília, v. 24, n. 85, abr. 2011. Disponível em:http://portal.inep.gov.br/documents/186968/485895/Educa%C3%A7%C3%A3o+do+Campo/a2fa9177-5611-429d-a62f-ae0a6fcb3502?version=1.3. Acesso em: 20 de set. 2019.

MOREIRA, A. F. B.; CÂMARA, M. J. Reflexões sobre currículo e identidade: implicações para a prática pedagógica. IN: ANTONIO, F. M.; CANDAU, V. M. Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. 2 ed. Petrópolis, RJ. Vozes. 2018, p. 38-66.

NEGRI, Licia Bonsi. Coleções didáticas do PNLD Campo 2016: um discurso em análise. 2017. 78 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação) – Programa de Pós-Graduação Profissional em Educação, Universidade Federal de São Carlos: São Carlos, 2017.

ROCHA, Maria Isabel Antunes. O campo e seus sujeitos: desafios para os livros didáticos na educação do campo. In: CARVALHO, Glicinei Teodoro; MARTINS, Maria de Fátima Almeida (org.). Livro didático e educação do campo. Belo Horizonte: Faculdade de educação da UFMG, p. 35-52, 2014.

RODRIGUES, Caroline Leite. Educação no meio rural: Um estudo sobre salas multisseriadas. Orientador Lucíola Licínio de Castro Paixão Santos. 2009. 290 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte.

Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/FAEC-8MAHYM. Acesso em 20 nov. 2019.

RIBEIRO, Marlene. Movimento camponês, trabalho e educação: liberdade, autonomia, emancipação: princípios/fins da formação humana. 2 ed. São Paulo: Expressão Popular, 2013, p, 39-43.

SAVIANI, Dermeval. História das Ideias Pedagógicas no Brasil. 4. ed. Campinas: Autores Associados, 2008.

OLIVEIRA, Rosana Medeiros. Descolonizar os livros didáticos: raça, gênero e colonialidade nos livros de educação do campo, Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v.22, n.68, p. 11-33. jan./mar./2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v22n68/1413-2478-rbedu-22-68-0011.pdf>. Acesso em: 13 fev. 2020.

PINHEIRO, Maria do Socorro Dias. A concepção de educação do campo no cenário das políticas públicas da sociedade brasileira. 2007. Disponível em: file:///D:/Documentos/Desktop/Disserta%C3%A7%C3%A3o/Artigo/Artigo%20A%20concepcao%20de%20educacao%20do%20campo%20.pdf. Acesso em 01 jan.2020.

PRONACAMPO. PNLD Campo. Disponível em: <http://pronacampo.mec.gov.br/14-acoes-do-pronacampo/7-programa-nacional-do-livro-didatico-pnld-campo>. Acesso em: 12 fev. 2020.

SARMENTO, Simone; BATTISTI, Juliana. Programa Nacional do Livro Didático PNLD Campo: até que enfim! Educação em Foco, Belo Horizonte, ano 19, n. 27, p. 45-72, jan./abr. 2016.

VIEIRA, Rosane Acedo. Campo aberto: arte 1, 2 e 3 anos. São Paulo, SP: Editora Global, 2014.

THADEI, Jordana Lima de Moura et al. Campo aberto: letramento e alfabetização, alfabetização matemática. 1.º ano. São Paulo, SP: Editora Global, 2014a.

THADEI, Jordana Lima de Moura et al. Campo aberto: letramento e alfabetização, geografia e história. 2.º ano. São Paulo, SP: Editora Global, 2014b.

THADEI, Jordana Lima de Moura et al. Campo aberto: letramento e alfabetização, matemática e ciências. 2.º ano. São Paulo, SP: Editora Global, 2014c.

THADEI, Jordana Lima de Moura et al. Campo aberto: letramento e alfabetização, geografia ce história. 3.º ano. São Paulo, SP: Editora Global, 2014d.

THADEI, Jordana Lima de Moura et al. Campo aberto: letramento e alfabetização, matemática e ciências. 3.º ano. São Paulo, SP: Editora Global, 2014e.

Downloads

Publicado

2020-10-01

Como Citar

da Silva, F. V., de Menezes, W. B., & da Rocha, S. M. (2020). CRUZAMENTOS E DISSOCIAÇÕES ENTRE A EDUCAÇÃO RURAL E A EDUCAÇÃO DO CAMPO: UM ESTUDO DA COLEÇÃO DIDÁTICA “CAMPO ABERTO” . Práxis Educacional, 16(42), 382-405. https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i42.6279