ESCOLA DA INFÂNCIA, CIDADE E DEMOCRACIA: EM BUSCA DO EXERCÍCIO DA CIDADANIA INFANTIL

Resumo

Este artigo é um diálogo entre perspectivas que pensam a educação das crianças em articulação com a visibilidade e a garantia do direito ao espaço urbano das cidades. Trata- se de um recorte da tese de doutorado de Canavieira (2019) que aborda concepções e práticas democráticas na Educação Infantil. Partimos dos estudos de Sennett (2016 e 2016), Lefebvre (2001), Lopes (2006 e 2018), tendo como objetivo principal evidenciar concepções que catalisam a integração dos bebês e das crianças pequenas na cidade, através das instituições de Educação Infantil e a relação espaço público e político. Defendemos as possibilidades de territorialização das crianças no espaço urbano como exercício da prática democrática e da cidadania e a potência da Educação Infantil nesse processo, problematizando os elementos do processo de desterritorialização do corpo infantil no espaço público. Para tanto, discutimos a ideia de território educativo cunhado na realidade da Educação Infantil Paulistana. Defendemos que a intencionalidade político-pedagógica ancorada em princípios democráticos pode garantir às crianças pequenas o direito à cidade, e a formação de corpos, mentes e subjetividades cidadãs.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Professora do Departamento de Educação I da Universidade Federal do Maranhão (UFMA); Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Diversidades Socioculturais – GEPEDISC – Culturas Infantis do Programa de Pós-graduação da UNICAMP e do CLIQUE - Grupo de Pesquisa em Linguagens, Currículo e Cotidiano de crianças pequenas e bebês; Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Maranhão - FAPEMA.

##submission.authorWithAffiliation##

Estudante de Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas na linha Linguagem e Arte em Educação (UNICAMP), Integrante do PHALA - Grupo de Pesquisa em Educação, Linguagem e Práticas Culturais e do CLIQUE - Grupo de Pesquisa em Linguagens, Currículo e Cotidiano de crianças pequenas e bebês na Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Bolsista CAPES-DS.

Referências

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, Ministério da Educação, 2010.
COELHO, Polyana Pereira; GONÇALVES, Raquel Garcia. Ocupar a cidade, as ruas, as praças e os espaços: os limites da institucionalidade e as possibilidades de ação direta. Anais do XVII Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional. São Paulo, 2017.
COUTINHO, Carlos Nelson. A democracia como valor universal e outros ensaios. 2. ed. Rio de Janeiro: Salamandra, 1984.
DAHL, Robert A. A democracia e seus críticos. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012.
SANTOS, Solange Estanislau dos; ANJOS, Cleriston Izidro dos; FARIA, Ana Lúcia Gourlart de. A criança das pesquisas, a criança nas pesquisas... A criança faz pesquisa?. Práxis Educacional, [S.l.], v. 13, n. 25, p. 158-175, abr. 2017. ISSN 2178-2679. Disponível em: . Acesso em: 06 jun. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/praxis.v13i25.958.
FREIRE, Paulo. A educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1991.
GUATTARI, Félix; ROLNIK, Suely. Micropolítica: cartografias do desejo. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2005.
HAESBAERT, Rogério. BRUCE, Glauco. A desterritorialização na obra de Deleuze e Guattari. GEOgraphia, v.4, n.7, set. 2002. Disponível em: http://periodicos.uff.br/geographia/article/view/13419/8619 Acesso em 20 de out. de 2019.
LEFEBVRE, Henry. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001.
LOPES, Jader Janer Moreira. VASCONCELLOS, Tânia. Geografia da Infância: Territorialidades infantis. Currículo sem Fronteiras, v.6, n.1, pp.103-127, Jan/Jun 2006
LOPES, Jader Janer Moreira. FERNANDES, Maria Lidia Bueno. A criança e a cidade: contribuições da Geografia da Infância. Educação. (Porto Alegre), v. 41, n.2, p. 202-211, maio-ago. 2018.
MASSCHELEIN, J.; SIMONS, Maarten. A pedagogia, a democracia, a escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.
MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.
RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível: estética e política. 2.ed. São Paulo: EXO experimental org.; Editora 34, 2009.
RANCIÈRE, Jacques. Nas margens do político. Lisboa (Portugal): KKYM, 2014.
RANCIÈRE, Jacques. O desentendimento: política e filosofia. São Paulo: Editora 34, 1996a.
RANCIÈRE, Jacques. O dissenso: a crise da razão. São Paulo: Companhia das Letras, 1996b.
ROLNIK, Raquel. São Paulo, territórios em disputa e os limites do planejamento. Entrevista, 2017. Disponível em: https://raquelrolnik.wordpress.com/tag/territorios-em-conflito/ Acesso em 20 de out. de 2019.
SÃO PAULO, Secretaria Municipal de Educação. Indicadores e qualidade da educação infantil paulistana. São Paulo: Diretoria de Orientações Técnicas/SME, 2016.
SAQUET, Marcos Aurélio. As diferentes abordagens do território e a apreensão do movimento e da (i)materialidade. Geosul, Florianópolis, v. 22, n. 43, p 55-76, jan./jun. 2007 Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/geosul/article/viewFile/12646/11806 Acesso em 20 de out. de 2019.
SENNETT, Richard. Carne e pedra: o corpo e a cidade na civilização ocidental. 4.ed. Rio de Janeiro: BestBolso, 2016.
SENNETT, Richard. Construir e Habitar: ética para uma cidade aberta. Rio de Janeiro: Record, 2018.
SILVA NETO, Manoel Lemes da. (Coordenador) ARROYO, Mônica. (Debatedora). Território usado/praticado como categoria central do planejamento urbano regional. Sessão Livre. Anais do XVII Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional. São Paulo, 2017.
SCHÉRER, René. Petit Alphabet Impertinent. Hermann Éditeurs: Paris, 2014.
SILVA, Luan do Carmo. Massey, Doreen. Pelo Espaço: uma nova política da espacialidade. (Resenha). Bol. geogr., Maringá, v. 34, n.2, p. 158-160, 2016.
SOUZA, Marcelo Lopes de. Do “direito à cidade” ao direito ao planeta: territórios dissidentes pelo mundo afora e seu significado na atual conjuntura. 2014 (Primeira parte) Texto disponibilizado no blog Passa Palavra: http://passapalavra.info/2014/07/97823/ Acesso em 20 de out. de 2019.
Publicado
2020-07-01
Como Citar
CANAVIEIRA, Fabiana Oliveira; COELHO, Olivia Pires. ESCOLA DA INFÂNCIA, CIDADE E DEMOCRACIA: EM BUSCA DO EXERCÍCIO DA CIDADANIA INFANTIL. Práxis Educacional, [S.l.], v. 16, n. 40, p. 47-65, jul. 2020. ISSN 2178-2679. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/6885>. Acesso em: 10 ago. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i40.6885.