FORMAR PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO DE PESSOAS JOVENS E ADULTAS NA AMÉRICA LATINA: UM CAMPO EM DEFINIÇÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i42.7338

Palavras-chave:

América Latina, Formação de professores, Políticas públicas, Práxis pedagógica

Resumo

Objetivamos neste estudo apresentar através de uma análise panorâmica as principais tendências e tensões existentes no campo da formação de professores para a Educação de Pessoas Jovens e Adultas (EPJA) na América Latina. O reconhecimento da EPJA como um direito concreto requer a formulação e a efetivação de políticas públicas que assegurem desde o financiamento até a sistematização do trabalho pedagógico para esse tipo de oferta educativa, o que implica necessariamente também, na constituição da área como um espaço pedagógico definido, requerendo no campo dos processos formativos uniformização do processo de formação de professores para atuar na EPJA, que se encontra imerso em uma pluralidade de contextos. Para tal, a elaboração de uma proposta de formação de professores para atuar na EPJA implica em tomar o referencial crítico da área como elemento precípuo para a constituição de um campo pedagógico próprio. É fundamental que o professor da EPJA tenha em sua formação uma compreensão clara sobre as situações de aprendizagens desenvolvidas na vida adulta, como se apropriar e selecionar tais aprendizagens, considerando esses elementos em suas práticas pedagógicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adenilson Souza Cunha Júnior, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – Brasil

Doutor em Educação. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) - Brasil.

Leôncio José Gomes Soares, Universidade Federal de Minas Gerais – Brasil

Doutor em Educação. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) - Brasil

Referências

ALVARENGA, M. S. Política nacional para a formação de educadores de jovens e adultos: processo s formativos na arena de disputas de sentidos. In: Anais do V Seminário Nacional Sobre Formação de Educadores de Jovens de Adultos: Formação de educadores de jovens e adultos na perspectiva da educação popular. UNICAMP/FE, 2015 CD-ROM.

ARROYO, Miguel. Formar educadoras e educadores de jovens e adultos. In: SOARES, Leôncio (org.) Formação de Educadores de Jovens e Adultos. Belo Horizonte: Autêntica/SECAD-MEC/UNESCO, 2006.

CAMPERO, Carmem. Diseño curricular por competencias de una licenciatura para educadores de adultos. Decisio, México n. 16 p.56-61 jan/abril 2008.

CAMPERO, Carmem. La formación de los educadores y educadoras de personas jóvenes y adultas en Latinoamérica: aportes desde la investigación y la experiencia. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 96, n. 244, set./dez. 2015.

CORVALÁN, Javier. Situación presente de la educación de personas jóvenes y adultas en Chile. México: CREFAL, 2008.

CUNHA JUNIOR; Adenilson Souza; SOARES, Leôncio José Gomes. Estudos comparados: notas sobre a formação de professores para a educação de pessoas jovens e adultas no estado da Bahia (Brasil) e na região de Valparaíso (Chile). Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v.14, n. 27, jan./mar. 2018. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/2927. Acesso em: 10 de maio de 2019.

DI PIERRO, Maria C. Contribuições do I Seminário Nacional de Formação de Educadores de Jovens e Adultos. In: SOARES, Leôncio (org.) Formação de Educadores de Jovens e Adultos. Belo Horizonte: Autêntica/SECAD-MEC/UNESCO, 2006.

DI PIERRO, Maria C.; GRACIANO, Mariângela. A educação de jovens e adultos no Brasil. Informe apresentado à Oficina Regional da UNESCO para América Latina y Caribe. São Paulo, Brasil - Junho de 2003.

ESPINOZA, César P. Educación de adultos en América Latina y el Caribe: utopías posibles, pasiones y compromisos. México: Ed. CREFAL, 2013.

FARIA, Edite Maria da Silva de. O percurso formativo dos professores/pesquisadores da EJA na contemporaneidade. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v.5, n. 7, jul./dez. 2009. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/607. Acesso em: 12 de março de 2019.

FONSECA, Maria da Conceição F. R. Educação Matemática de Jovens e Adultos: Especificidades, desafios e contribuições. 2 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

INFANTE, Consuelo Undurraga. ¿Como aprenden los adultos?: una mirada psicoeducativa. Universidad Católica de Chile, 2007.

INFANTE, M. I. Alfabetización de Jóvenes y Adultos en América Latina: Diagnósticos y perspectivas. In: Seminário Internacional sobre Educação e Escolarização de Jovens e Adultos. São Paulo: IBEAC, 2010.

LAFFIN, Maria Hermínia L.F. Formação inicial de educadores no campo da educação de jovens e adultos: espaço de direito e de disputas. In: Anais do v Seminário Nacional sobre Formação de Educadores de Jovens e Adultos: Formação de educadores de jovens e adultos na perspectiva da educação popular: UNICAMP/FE, 2015 CD-ROM.

MACHADO, Maria Margarida. A prática e a formação de professores na EJA: uma análise de dissertações e teses produzidas no período de 1986 a 1998. Anais da 23ª Reunião Anual da Anped: Edição eletrônica. Caxambu, 2000.

MARTÍNEZ, Maria Josefa C. Didáctica y Educación de Personas Adultas. Madrid: Ediciones Aljibe, 1997.

MESSINA, Graciela. La formación de los educadores de las personas jóvenes y adultas: El camino de la reflexión desde la práctica. Santiago: Cátedra Jaime Torres Bodet, 2002.

MOURA, Tania Maria de Melo. Formação de educadores de jovens e adultos: realidade, desafios e perspectivas atuais. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v.5, n. 7, jul./dez. 2009. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/601. Acesso em: 22 de março de 2019.

OLIVEIRA, M. K. Jovens e adultos como sujeitos de conhecimento e aprendizagem. Revista Brasileira de Educação, nº. 12, Rio de Janeiro, Set/Out/Nov/Dez, 1999.

OLIVEIRA, Marta Kohl de. Vygotsky: Aprendizado e desenvolvimento: um processo Sócio- histórico. São Paulo: editora Scipione, 1995.

OLIVEIRA, Maria Olivia de Matos; DANTAS, Tania Regina. Formação docente, práxis pedagógica no contexto midiático da EJA. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v.14, n. 27, jul./set. 2018. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/4095. Acesso em: 07 de abril de 2019.

REVISTA DECISIO. Formación de educadores y educadoras de personas jóvenes y adultas, No. 42 Septiembre – Diciembre, 2015.

RIBEIRO, V. M. A formação de educadores e a constituição da educação de jovens e adultos como campo pedagógico. Educação e Sociedade, Campinas, ano XX, n. 68, p. 184 - 201, dez. 1999.

ROSSEL, Nélida Céspedes. Por la defensa del derecho a la educación de los jóvenes y adultos en América Latina y el Caribe. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v.14, n. 27, jul./set. 2018. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/4097. Acesso em: 11 de abril de 2019.

SAMPAIO, Marisa Narcizo. Educação de jovens e adultos: uma história de complexidade e tensões. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v.5, n. 7, jul./dez. 2009. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/600. Acesso em: 13 de março de 2019.

SANTOS, José Jackson Reis dos. Especificidades dos saberes para a docência na educação de pessoas jovens e adultas. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v.6, n. 8, jan./mar. 2010. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/623. Acesso em: 22 de março de 2019.

SOARES, Leôncio J. G.; SOARES, Rafaela C. e S. O reconhecimento das especificidades da Educação de Jovens e Adultos: constituição e organização de propostas de EJA. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, v.22, n.66, 2015.

SOARES, Leôncio. As Políticas de EJA e as Necessidades de Aprendizagem dos Jovens e Adultos. In: RIBEIRO, Vera M. Educação de Jovens e Adultos: novos leitores, novas leituras. Campinas: Mercado das Letras, 2001.

SOARES, Leôncio. Do direito à educação à formação do educador de jovens e adultos. In: SOARES, Leôncio.; Giovanetti, Maria A.; Gomes, Nilma L. (orgs.) Diálogos na Educação de Jovens e Adultos. 2 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

UNESCO. Antecedentes y Criterios para la Elaboración de Políticas Docentes en América Latina y el Caribe. Santiago: UNESCO, 2012.

UNESCO. La Educación de Jóvenes y Adultos en América Latina y el Caribe. Hacia un Estado del Arte. Informe Regional de América Latina y el Caribe para la Conferencia de Seguimiento a CONFINTEA V, Bangkok, septiembre de 2003. Santiago. Chile, 2007.

UNESCO; CEAAL; CREFAL; INEA. La educación de personas jóvenes y adultas en America latina y el Caribe. Prioridades de acción en el siglo XXI. Santiago do Chile, mayo. 2000.

UNESCO-OREALC. La Educacion como un Bien Público y Estratégico. Encuentro Regional UNESCO – UNICEF. Cartagena, Del 31 de agosto al 21 de septiembre de 2003. Mimeo.

VAILLANT, Denise. Formación Inicial del professorado em América Latina: dilemas centrales y perspectivas. Revista Española de Educación Comparada, n. 22, p. 185-206, 2013.

WANDERLEY, Luiz Eduardo W. Apontamentos sobre educação popular. In: VALLE, Edênio (org). A Cultura do Povo. 3 ed São Paulo: Cortez, 1985.

Downloads

Publicado

2020-10-01

Como Citar

Cunha Júnior, A. S., & Soares, L. J. G. (2020). FORMAR PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO DE PESSOAS JOVENS E ADULTAS NA AMÉRICA LATINA: UM CAMPO EM DEFINIÇÃO. Práxis Educacional, 16(42), 96-114. https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i42.7338